Ciência

OMS lamenta que 10 países concentrem 95% das vacinas contra covid-19

OMS lamenta que 10 países concentrem 95% das vacinas contra covid-19

Um farmacêutico dilui a vacina Pfizer COVID-19 enquanto a prepara para ser administrada aos funcionários e residentes da Goodwin House Bailey's Crossroads, uma comunidade de idosos em Falls Church, Virgínia, em 30 de dezembro de 2020. - AFP

A Europa precisa ser solidária com as vacinas, considerando que até agora 95% das doses foram usadas em 10 países, pediu a direção regional da Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta quinta-feira (14).

É preciso que “todos os países capazes de contribuir, dar e apoiar o acesso e a administração justos das vacinas, o façam”, afirmou o diretor para a região Europa da OMS, Hans Kluge, em coletiva de imprensa online.

Ele destacou os “enormes” esforços da organização e seus sócios para que cada país obtenha os produtos.

Segundo ele, 95% das vacinas contra a covid-19 administradas no mundo foram usadas em 10 países, os quais não especificou.

Segundo o site de análise de dados Our world in data, são Estados Unidos, China, Reino Unido, Israel, Emirados Árabes Unidos, Itália, Rússia, Alemanha, Espanha e Canadá.

Em pouco mais de um mês, cerca de 28 milhões de doses foram injetadas em 46 países, declarou na quarta-feira o diretor de emergências da OMS, Michael Ryan.

No entanto, apesar do início das campanhas de vacinação, a rapidez da propagação das novas cepas do vírus, especialmente as detectadas no Reino Unido e África do Sul, gera preocupação.

“A situação é alarmante”, confirmou Kluge.

Na região Europa, 25 países, entre eles Rússia, detectaram casos relacionados à nova cepa VOC 202012/01.

“Com uma transmissibilidade maior e uma gravidade da doença semelhante, a variante gera preocupação: sem um maior controle para frear a propagação, haverá um maior impacto nos centros de saúde, quase lotados e sob pressão”, explicou.

Mas, para Kluge é importante manter-se otimista.

“2021 será outro ano de coronavírus, mas será um ano mais previsível, a situação será mais fácil de controlar”, afirmou.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel