Ciência

OMS diz que epidemia de coronavírus está em momento decisivo

Crédito: AFP

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus (Crédito: AFP)


O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, declarou nesta quinta-feira (27) que a epidemia do novo coronavírus chegou a um “momento decisivo” e pediu aos países que ajam “rapidamente” para conter esse “vírus muito perigoso”.

“Estamos em um momento decisivo. Se agirmos agora sem demora, podemos parar esse coronavírus. Meu conselho é agir rapidamente”, disse Ghebreyesus, em entrevista coletiva.

Surgida em dezembro passado, em Wuhan, no centro da China, a epidemia contaminou mais de 78.600 pessoas e causou mais de 2.700 óbitos no gigante asiático.

“Mas é o que acontece no resto do mundo que mais nos preocupa neste momento”, afirmou o diretor-geral da OMS.

“As evidências que temos mostram que parece não haver transmissão generalizada”, ressaltou Tedros.

Nos últimos dois dias, porém, o número diário de infecções no exterior excedeu as que ocorrem na China.

Sete países registraram um primeiro caso nas últimas 24 horas, incluindo Brasil e Noruega.

“As epidemias no Irã, na Itália e na Coreia do Sul demonstram do que esse vírus é capaz”, disse o chefe da OMS.

Ao mesmo tempo, Tedros ressaltou que “vários países não registram casos há mais de duas semanas”, como é o caso de Bélgica, Camboja, Índia, Rússia e Vietnã.