Óleo de fritura é recuperado

Óleo de fritura é recuperado

Desenvolvido pela JBS Biodiesel em parceria com a JBS Ambiental, o programa Óleo Amigo recuperou em 2019 4,7 milhões de litros de óleo de fritura utilizados em escolas, bares, restaurantes e lanchonetes espalhados por 37 municípios da região de Lins (SP). O volume recuperado evitou uma contaminação potencial de aproximadamente 117 bilhões de litros de água potável, algo que seria equivalente a 46 mil piscinas olímpicas. O programa garante a destinação correta do óleo coletado, que é utilizado na produção do biodiesel comercializado pela companhia. Em 2019, o Óleo Amigo chegou a 217 locais de coleta, sendo 47 pontos em escolas e instituições de ensino, que, com a participação no programa, garantem recursos que podem ser utilizados em melhorias estruturais. Nos últimos três anos, o programa contribuiu para a conscientização de cerca de 21,4 mil jovens estudantes.

(Nota publicada na edição 1163 da Revista Dinheiro)

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago



Sobre o autor


Mais colunas e blogs


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.