Oceanos sufocados

Oceanos sufocados

A cada visita à praia, a cena se repete: conforme a tarde cai, mais plásticos se veem na areia. No dia seguinte, tudo limpo de novo. O fenômeno não é um milagre da natureza, como alguns parecem acreditar. Ele acontece porque parte do lixo foi recolhida por prefeituras minimamente responsáveis. A outra parte, o mar engoliu. E aqui está o problema. Segundo o estudo Breaking the Plastic Wave, publicado pela Wave Pew Charitable Trusts e a Systemiq, com apoio da Fundação Ellen MacArthur e parceiros, a estimativa é que o volume adicional de plásticos jogados ao mar ultrapasse as 29 milhões de toneladas por ano em 2040. Em 2016, foram 11 milhões de toneladas. Nesse ritmo, a quantidade de plástico nas águas salgadas quadruplicará para mais de 600 milhões de toneladas nos próximos 20 anos.

Para reduzir o problema, a Fundação Ellen MacArthur elenca prioridades de ações: eliminar plásticos desnecessários de embalagens, sacolas, sacos e canudos; criar a infraestrutura necessária para ampliar a capacidade global de coletar e reciclar os itens; inovar modelos de negócio, design de produtos, materiais, tecnologias e sistemas de coleta para acelerar a transição para uma economia circular.

Além de ajudar a preservar os oceanos, sua fauna e flora, as iniciativas têm o poder de movimentar a economia. Pela estimativa da fundação, para promover ações concretas é preciso investir ao menos US$ 30 bilhões em financiamento anual para coleta e reciclagem de plásticos e outros US$ 100 bilhões em pesquisa e desenvolvimento. Em contrapartida, a economia circular dos plásticos tem o potencial de gerar cortes de custos da ordem de US$ 200 bilhões, reduzir em 25% as emissões de gases de efeito estufa e criar 700 mil empregos adicionais até 2040. A conta se paga — e os oceanos agradecem.

Evandro Rodrigues

Evandro Rodrigues

(Nota publicada na edição 1183 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?


Mais posts

Estado de emergência

Nem mesmo a notícia de que o fogo que consumiu mais de 3 milhões de hectares do Pantanal pode ter sido criminoso foi suficiente para [...]

Ingredientes locais valorizados

Inspirados no relatório Future 50 Foods, que traz os 50 alimentos do futuro por aliarem alto potencial nutritivo com baixo impacto [...]

R$ 1 milhão para economia circular

A fabricante de etiquetas Avery Dennison já investiu cerca de R$ 1 milhão no seu programa circular. Com o projeto, a empresa se compromete a transformar seus resíduos de liner papel, matéria prima para a fabricação de adesivos, em polpa celulósica utilizada na produção de papel-toalha usado em sua planta no Brasil. Estima-se que mais […]

Desmatamento sobe e impulsiona preço de cerveja

A Ambev lançou uma cerveja cujo preço flutua de acordo com os índices de desmatamento da Floresta Amazônica. Quando a área degradada [...]

Telemedicina para democratizar a saúde

Criado durante uma das expedições do Rally dos Sertões, com o objetivo de promover acesso gratuito à saúde em comunidades com [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.