O surto coletivo das fake news

As notícias falsas não afetam apenas a política, como podem ser determinantes para sua saúde. Segundo uma pesquisa encomendada ao Ibope pela ONG de mobilização social Avazz e pela Sociedade Brasileira de Imunizações, de cada dez pessoas ouvidas, sete acreditam em pelo menos uma notícia falsa sobre vacinas. O estudo mostra ainda que 57% dos que não se vacinaram citaram um motivo relacionado à desinformação, e 48% dos entrevistados falaram que têm redes sociais e aplicativos como uma das principais fontes de informação sobre a medicação. Só na rede social Facebook, as fake news sobre vacinas já alcançaram mais de 23 milhões de visualizações. Essa epidemia pode ser uma das causas para a queda brusca nos índices de vacinação do País. A prevenção ao sarampo, por exemplo, é um retrato disso. Em 2015, a cobertura para a doença alcançava 95% das crianças brasileiras. Em outubro deste ano, esse número caiu para 57%. O mesmo caso vale para poliomielite, que teve a cobertura regredida de 98%, em 2015, para 51% este ano.

(Nota publicada na Edição 1147 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ Eclipse solar total: saiba onde e quando poderá ser visto o fenômeno
+ Passo a passo: saiba como cadastrar e usar a CNH digital
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?


Mais posts

Escassez de água ameaça o futuro da humanidade

Consumidores de recursos hídricos das principais bacias hidrográficas do País, como as dos rios Doce, São Francisco e Mucuri, têm até o [...]

Noronha: biodiversidade em risco

O governo federal liberou a pesca da sardinha dentro do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha. Além de abrir um perigoso [...]

A responsabilidade de cada um

Elas trouxeram praticidade e uma nova maneira de beber uma boa xícara de café, mas as cápsulas com o pó da bebida tornaram-se um [...]

Edital para projetos de energia

Está aberto o processo que selecionará oito startups brasileiras com propostas inovadoras criadas para acelerar a transição energética no Brasil. Nesta edição, a iniciativa da Engie, empresa de energia, em parceria com o Senai, criou um fundo de R$ 2 milhões que será desmembrado em apoios de R$ 250 mil a R$ 400 mil para […]

Amazônia mais limpa

Mais de duas toneladas de resíduos sólidos, dos quais 900 quilos somente no ano passado, deixaram de ser descartados na Floresta [...]
Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.