Edição nº 1049 15.12 Ver ediçõs anteriores

O sol é para todos

O sol é para todos

Um estudo feito pela consultoria GTM Research revela que a energia solar pode praticamente igualar a nuclear em capacidade, ao final deste ano, no mundo. A previsão é de que a geração fotovoltaica chegue a um total de 390 gigawatts, ante 391 da atômica. O crescimento da geração solar vem mais do que dobrando nos últimos três anos. A expectativa é de que a modalidade atinja 871 gigawatts até 2022. Em 2050, segundo Agência Internacional de Energia, o sol pode ser a principal fonte de eletricidade do mundo.

(Nota publicada na Edição 1040 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Prejuízo catastrófico

O fogo que arde no Sul da Califórnia, há duas semanas, já consumiu mais de 90 mil hectares de florestas, neste que é um dos cinco [...]

Atraindo talentos

O presidente francês, Emmanuel Macron, prometeu mundos e fundos a cientistas americanos que, insatisfeitos com a política avessa aos [...]

Atrás das grades

O Brasil subiu em um ranking indesejado: o das maiores populações carcerárias do mundo. O País atingiu um total de 699 mil presos, [...]

Comércio além da validade

Uma rede de supermercado na Inglaterra, a East of England Co-op, passará a vender em suas 125 lojas alimentos não perecíveis fora da [...]

Poluição fora de órbita

Há uma preocupação crescente com o lixo espacial. Segundo estimativas da Agência Espacial Europeia, as sobras de missões espaciais [...]
Ver mais

Copyright © 2017 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.