Edição nº 1041 20.10 Ver ediçõs anteriores

O sol é para todos

O sol é para todos

Um estudo feito pela consultoria GTM Research revela que a energia solar pode praticamente igualar a nuclear em capacidade, ao final deste ano, no mundo. A previsão é de que a geração fotovoltaica chegue a um total de 390 gigawatts, ante 391 da atômica. O crescimento da geração solar vem mais do que dobrando nos últimos três anos. A expectativa é de que a modalidade atinja 871 gigawatts até 2022. Em 2050, segundo Agência Internacional de Energia, o sol pode ser a principal fonte de eletricidade do mundo.

(Nota publicada na Edição 1040 da Revista Dinheiro)

Mais posts

O investimento social de Soros

Na semana passada, o megainvestidor George Soros transferiu, de uma vez, US$ 18 bilhões para sua fundação, a Open Society Foundation. [...]

Volta ao passado

As críticas à decisão do governo de mudar as regras de caracterização do trabalho escravo vieram de todos os lados A Organização [...]

Macarrão solidário

Para comemorar o dia mundial da massa, no dia 25 de outubro, a La Pastina, importadora e distribuidora de alimentos, irá doar cinco toneladas de massas da marca italiana Divella. É macarrão suficiente para alimentar 60 mil pessoas. A ação irá beneficiar 20 instituições, entre elas as fundações Cafu, Amor Horizontal e Criança, a Associação […]

O ovo e a galinha

Uma pesquisa realizada pela empresa Ipsos, a pedido da ONG Mercy for Animals, aponta que 71% dos consumidores entendem ser inaceitável [...]

Gol contra masculino

Os Estados Unidos foram eliminados nas eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia, após perderem de forma desonrosa para Trinidad e [...]
Ver mais