Edição nº 1066 20.04 Ver ediçõs anteriores

O risco Groenlândia

O risco Groenlândia

O Brasil deveria começar a prestar mais atenção na Groenlândia, em especial ao derretimento de suas geleiras. A Nasa, agência espacial americana, disponibilizou uma ferramenta online que permite verificar quais partes do mundo serão mais afetadas pelo derretimento das 19 maiores massas de gelo do mundo, incluindo a Antártida, o Ártico, o Alasca e os Andes. A Groenlândia, apesar de estar quase 1 mil km mais longe do Brasil do que a Antártida, é a maior ameaça a três cidades brasileiras: Rio de Janeiro, Recife e Belém (foto). Isso acontece porque o derretimento das geleiras gera um aumento desigual no nível dos oceanos. Segundo a Nasa, regiões mais distantes ao gelo tendem a sofrer mais.

A explicação para o fenômeno está na gravidade. Grandes massas de água congelada atraem mais água. Quando elas derretem, o natural é que o líquido se afaste, elevando o mar de outro lado do mundo. Esse fato acaba ocasionando um efeito curioso. A tendência, segundo os cálculos da Nasa, é de que as águas ao redor da geleira liquefeita desçam de nível. Ou seja, em caso de derretimento da Groenlândia, é melhor estar lá, do que no Rio. Segundo Eric Larour, físico responsável pelo projeto, o objetivo da ferramenta é permitir que as cidades planejem seu futuro considerando os riscos que enfrentam relacionados ao aquecimento global. É também uma lembrança de que o mundo é um só. Não basta só proteger o próprio quintal.

(Nota publicada na Edição 1047 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Combustível que vem do esgoto

Um projeto da Sabesp, empresa responsável pelo abastecimento de água em São Paulo, está gerando combustível a partir do esgoto. [...]

Contagem regressiva

A Cidade do Cabo, na África do Sul, conseguiu evitar que a população ficasse totalmente sem água, após lançar uma campanha que deu [...]

Bloco cheio de corais

Um estudo realizado pelo Greenpeace aponta que a extensão dos Corais da Amazônia é maior do que se imaginava. Descobertos recentemente [...]

Meu nome não é George

Um projeto brasileiro da HP, fabricante de impressoras, vai permitir que escritoras do século 19 e início do século 20 tenham seus [...]

Acordo marítimo

Governos de 170 países, incluindo o Brasil, aprovaram um acordo para reduzir a emissão de gases do efeito estufa na indústria marítima, [...]
Ver mais
X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.