Edição nº 1079 20.07 Ver ediçõs anteriores

O risco Groenlândia

O risco Groenlândia

O Brasil deveria começar a prestar mais atenção na Groenlândia, em especial ao derretimento de suas geleiras. A Nasa, agência espacial americana, disponibilizou uma ferramenta online que permite verificar quais partes do mundo serão mais afetadas pelo derretimento das 19 maiores massas de gelo do mundo, incluindo a Antártida, o Ártico, o Alasca e os Andes. A Groenlândia, apesar de estar quase 1 mil km mais longe do Brasil do que a Antártida, é a maior ameaça a três cidades brasileiras: Rio de Janeiro, Recife e Belém (foto). Isso acontece porque o derretimento das geleiras gera um aumento desigual no nível dos oceanos. Segundo a Nasa, regiões mais distantes ao gelo tendem a sofrer mais.

A explicação para o fenômeno está na gravidade. Grandes massas de água congelada atraem mais água. Quando elas derretem, o natural é que o líquido se afaste, elevando o mar de outro lado do mundo. Esse fato acaba ocasionando um efeito curioso. A tendência, segundo os cálculos da Nasa, é de que as águas ao redor da geleira liquefeita desçam de nível. Ou seja, em caso de derretimento da Groenlândia, é melhor estar lá, do que no Rio. Segundo Eric Larour, físico responsável pelo projeto, o objetivo da ferramenta é permitir que as cidades planejem seu futuro considerando os riscos que enfrentam relacionados ao aquecimento global. É também uma lembrança de que o mundo é um só. Não basta só proteger o próprio quintal.

(Nota publicada na Edição 1047 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Calor escaldante

O calor causado pelo aumento da temperatura global pode afetar a vida de 1,1 bilhão de pessoas no Planeta, informou, na segunda-feira [...]

Chocolate frio

A Mondelēz Brasil está oferecendo, por meio do projeto Adegas, geladeiras para garantir a conservação de chocolates, dentro das [...]

Geração renovável

A Petrobras firmou um acordo com as francesas Total e Total Eren. Segundo comunicado da estatal, o trato faz parte da estratégia para [...]

Ações de impacto

Segunda maior cimenteira do Brasil, a Intercement está priorizando investimentos de impacto em suas iniciativas de sustentabilidade. O [...]

Um retrocesso de US$ 5 trilhões

As escolhas políticas do governo brasileiro na causa ambiental podem gerar, num pior cenário, US$ 5 trilhões de prejuízos até 2050, [...]
Ver mais
X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.