O relógio de Galileu Galilei

O relógio de Galileu Galilei

A Panerai, fabricante italiana de relógios de luxo, relançou o Luminor Tourbillon GMT Lo Scienzato, em homenagem ao gênio toscano Galileu Galilei.

A primeira edição foi lançada em 2010, para celebrar o 400º aniversário das observações celestes do cientista, e a segunda em 2016.

Veja também

• Os relógios-serpentes da Bvlgari
• Messi e o seu relógio do bem
• “Don Pancho”, o relógio que foi um mito, vai a leilão

Nesta nova configuração, o relógio é construído numa caixa de 47 milímetros de diâmetro em titânio de grau 5 (conhecido por ser mais leve e resistente) e confeccionada pela técnica DMLS (Direct Metal Laser Sintering) de impressão 3D.



O bisel (anel em torno do mostrador) e a coroa são ambos de carbotech, material conhecido pela resistência.

O mostrador verde militar tem numerais flutuantes, indicador de reserva de energia.

A peça vem com duas pulseiras, uma de couro de crocodilo e uma em velcro negro com fecho em titânio.

Apenas 150 unidades foram produzidas, que chegam ao mercado com preço de 145 mil euros.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago


Sobre o autor

Luciana Lancellotti é editora de Estilo da DINHEIRO


Mais colunas e blogs


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.