Black Friday

Saiba o que é o 11/11, a Black Friday chinesa que acontece hoje; e aproveite as ofertas

Crédito: pikisuperstar/ Freepik

Dia de promoções vendeu US$ 74 bilhões em 2020 (Crédito: pikisuperstar/ Freepik)

Na expectativa da tradicional Black Friday, que acontece dia 26 de novembro, após o dia de Ação de Graças nos Estados Unidos, os chineses também têm um grande dia de promoções para chamar de seu: o 11/11. 

O evento se tornou global e você pode aproveitá-lo aqui no Brasil nesta quinta-feira (11). Mas por que foi escolhida esta data e o que ela significa



+Black Friday: conheça as táticas dos e-commerces chineses para conquistar você

11/11 significa dia dos solteiros   

Na China, os solteiros são chamados de galhos nus, ou seja, que ainda não floresceram e por isso os vários números 1 em sequência (11/11) significam o dia dos solteiros. 

+ Especialista revela o segredo dos bilionários da bolsa. Inscreva-se agora e aprenda!



A data nasceu como uma piada anti-Dia dos Namorados, em que os amigos solteiros se reúnem para sair juntos e fazer compras. 

Quando e como nasceu? 

Para rivalizar com a Black Friday americana, a gigante chinesa do e-commerce Alibaba, dona do AliExpress, resolveu usar a data para fazer uma grande promoção em 2009. Ela logo se espalhou pelo mundo e bilhões de pessoas aguardam ansiosamente pelo dia, que se tornou o mais importante do comércio chinês.  

O quanto se vende no 11/11? 

De acordo com o próprio Alibaba, em 2020 a data gerou US $74 bilhões em vendas em apenas um dia no mundo todo. Em matéria de comparação, as vendas online da Black Friday nos Estados Unidos atingiram um recorde em 2020 chegando a US $9 bilhões.

A data já conquistou outros países?  

Apesar de teoricamente recente, a data já seduziu muitos varejistas brasileiros nos últimos anos. Em 2021, porém, a adoção tende a ser mais tímida, com as promoções das grandes redes estando focadas na Black Friday, que acontecerá no próximo dia 26. 

Onde mais aproveitar os descontos? 

Fique de olho em apps chineses como o Aliexpress e a Shopee, que estão prometendo descontos em diversos segmentos, desde eletrônicos até roupas, maquiagens e artigos para cozinha.  Há outros menos conhecidos (Wish, Bangood), mas, como se diz, quando se trata de promessas de descontos e benesses em compras, toda prudência é bem-vinda.