Estilo

O melhor da Espanha também na Hungria

Crédito: Divulgação

Diretor comercial da centenária vinícola que produz o Vega Sicilia “Unico” (o tinto espanhol mais aclamado e desejado), Ignacio de Saralegui esteve no Brasil para degustações de outros rótulos do grupo.

O branco Mandolás, com a uva Furmint, e o Tokaji Oremus, de sobremesa, são feitos na Hungria, em um projeto iniciado na década de 1990. Outros dois, da linha Macán, nasceram de uma parceria com a família Rothschild na Rioja.

Como eles, os dois restantes da lista merecem um lugar em qualquer adega: o Pintia 2015 (da região de Toro) e o Alion 2016, que assim como o Vega Sicilia “Unico” é 100% Tempranillo e da Ribera del Duero. Um espetáculo, importado pela Mistral por R$ 1.459.

(Nota publicada na edição 1254 da Revista Dinheiro)