Edição nº 1109 22.02 Ver ediçõs anteriores

O martírio indígena

O martírio indígena

A população indígena segue sofrendo os impactos da violência no Brasil. De acordo com um relatório do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), houve um avanço no número de casos em 14 dos 19 quesitos de violência contra os índios no País em 2017. Um dos dados mais alarmantes do estudo é em relação ao número de suicídios. Esses casos cresceram 20%, passando de 106 registros, em 2016, para 128, no ano passado. Ou seja, um índio tira a própria vida no País a cada 3 dias, de acordo com o levantamento. O racismo, as pressões sociais e as limitações de território são apontados como as principais causas para essas mortes. Os casos de homicídio, motivados em grande parte pelas disputas por terra, recuaram 6% entre 2016 e 2017, de 118 para 110 ocorrências. Roraima (33), Amazonas (28) e Mato Grosso do Sul (17) foram os Estados com os índices mais elevados de assassinatos.

(Nota publicada na Edição 1090 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Barragens como a de Brumadinho serão desativadas até 2023

Foram necessárias três tragédias, com número crescente de mortos, para que o governo federal decidisse enfim tomar providências. Os [...]

Leilão que muda vidas na África

A Dimension Data, patrocinadora oficial de tecnologia da competição de ciclismo Tour de France, realizou um leilão virtual para a venda [...]

O ministro do Meio Ambiente me bloqueou…

Quem nunca excluiu uma amiga ou um amigo das redes sociais que atire a primeira pedra. Geralmente, isso acontece depois de alguma [...]

Um aliado itinerante no combate à hanseníase

A hanseníase, antigamente conhecida como lepra, é uma doença crônica e transmissível, mas curável. Ela causa, sobretudo, lesões de pele [...]

É feio, mas é gostoso

Se você está acostumado a perder longos minutos em busca da fruta ou da verdura ideal para colocar no carrinho de compras, essa [...]
Ver mais
X

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.