Negócios

O maior voo de Paul Allen

O avião Stratolaunch Modelo 251 está pronto parar fazer seus primeiros voos de teste e será capaz de colocar foguetes e satélites na órbita da Terra

Crédito: Divulgação

Catamarã aéreo: o maior avião do mundo, com seis motores, é capaz de transportar até 250 toneladas de carga (Crédito: Divulgação)

Até agora, o maior feito da vida do americano Paul Allen, 65 anos, havia sido a criação da Microsoft, junto com Bill Gates, em 1975, dentro de uma singela garagem em Albuquerque, no Estado americano do Novo México. Mas o cofundador da gigante de tecnologia, hoje avaliada em mais de US$ 825 bilhões, quer decolar em um novo mercado: o da aviação. Nas próximas semanas, ainda sem data definida, o maior avião do mundo, o Modelo 251, desenvolvido e fabricado pela empresa Stratolaunch Systems, controlada por Allen, fará seu voo inaugural de teste. A imensa aeronave tem capacidade de levar até foguetes e satélites para a órbita da Terra – a um custo menor – e possui design bem diferente dos maiores aviões da Boeing e da Airbus, com aspecto de um catamarã aéreo. “O Stratolaunch Modelo 251 ainda está em fase de testes no solo, mas vai levantar voo em breve”, afirmou Allen, em uma recente entrevista à revista americana Wired. “Quando você vê este avião gigante, é um pouco louco.”

Paul Allen, cofundador da Microsoft: “O Stratolaunch Modelo 251 vai levantar voo em breve. Quando você vê este avião gigante, é um pouco louco” (Crédito:AP Photo/Elaine Thompson)

O projeto é, no mínimo, exótico. O avião Stratolaunch Modelo 251 tem 117 metros de envergadura, duas cabines paralelas, pesa 230 toneladas e decola com a ajuda de 28 rodas. É capaz de transportar até 250 toneladas de carga e possui seis motores, o maior da história da aviação. Especialistas estimam que o custo de sua fabricação tenha chegado a US$ 300 milhões. “Não há nada igual a esse avião em desenvolvimento no mundo”, diz o professor Marcos Reis, coordenador do curso de Ciências Aeronáuticas da Universidade Estácio de Sá, no Rio de Janeiro. “É o que existe de mais revolucionário e inovador desde o lançamento do supersônico Concorde, em 1976.”

Para conseguir decolar, o Modelo 251 terá de acelerar com força máxima por 3,6 quilômetros – quase do dobro dos 1,9 quilômetro exigidos por uma aeronave convencional. O aeroporto de Mojave, no deserto da Califórnia, precisou passar por prolongamento da pista, especialmente para atender às demandas de segurança do novo avião. Nos céus, o gigante dos ares poderá superar a altitude 10.600 metros, atualmente o limite de segurança dos aviões em operação. Além de ser um capitulo histórico para a aviação mundial, o lançamento do Stratolaunch Modelo 251 é a realização de um sonho de infância de Allen. Ele possui, de acordo com o site Business Insider, a maior coleção de aviões antigos do mundo, a maioria deles da época da Segunda Guerra Mundial. Allen ocupa da 21a posição no ranking das pessoas mais ricas no mundo, segundo a americana Forbes, com US$ 13,5 bilhões.