Estilo

O maior (e mais caro) iate brasileiro

Italiana Azimut Yachts entrega a primeira mega embarcação de superluxo, produzida em Santa Catarina, ao singelo preço de R$ 55 milhões.

Crédito: Claudio Gatti

Existem coisas que o dinheiro não compra, é verdade. Mas há extravagâncias que alguns milhões – muitos deles, aliás – combinam bem com a riqueza. Uma delas pode ser o iate Azimut Grande 27 Metri, o maior e mais sofisticado já produzido no Brasil. A embarcação, com mais de 350m² de área, é feito com fibra de carbono 100% pura, possui cinco suítes, ambientes para o lazer e banhos de sol, como jacuzzi, bar e beach area. Tudo isso por R$ 55 milhões – ou cerca de US$ 10 milhões, para quem preferir pagar em dólar. Um modelo idêntico a esse foi recentemente comprado pelo jogador português Cristiano Ronaldo. “Esse iate representa a estreia de uma nova e promissora fase para o setor náutico no País”, afirmou à DINHEIRO o CEO da Azimut no Brasil, Davide Breviglieri. “Vamos sair fortalecidos dessa crise recente e consolidar o mercado nacional como um grande produtor global de embarcações.” A filial brasileira do grupo, que existe desde 2010 e já produziu quase 250 embarcações de alto luxo, ultrapassou R$ 1,05 bilhão em vendas. No mundo, a receita global no último ano náutico atingiu 900 milhões de euros.

Por fora, o Azimut 27 Metri chama a atenção pelas imensas janelas de vidro para o máximo aproveitamento das paisagens naturais. O estilo esportivo da embarcação chama atenção mesmo à distância. Um conceito assinado pelo renomado designer italiano Stefano Righini, que surpreendeu mais uma vez o mundo náutico ao criar a perfeita harmonia entre linhas curvas e grandes janelas que ocupam quase todo o pé-direito do salão principal e laterais do barco.

A grande estrela da proa (parte frontal) é o ambiente com lounge, mais reservado e discreto, que também pode ser considerado um terraço para o mar, incluindo área de convivência e descanso. No flybridge (terceiro pavimento), está o posto de comando secundário e áreas de convivência, como sala de jantar, área de bar, espaço gourmet, além de ambientes para relaxamento e banhos de sol com jacuzzi e bar ao ar livre. Também é possível armazenar uma pequena embarcação ou moto aquática, de até 3,30m x 1,70m, no flybridge.

Uma grande plataforma de popa (parte traseira) submergível ainda pode ser utilizada como um deck que se transforma em uma beach area. A garagem de popa é espaçosa e pode levar uma pequena embarcação ou moto aquática de até 4,50, x 2m. A parte interna do Azimut Grande 27 Metri foi planejada para oferecer o máximo conforto e privacidade ao proprietário e seus convidados.

É o caso da suíte principal com grandes janelas, espaçoso banheiro e closet. A tripulação dispõe de área de refeições, duas cabines e dois banheiros com acesso privativo. A decoração tem peças e mobiliário exclusivos italianos e mescla características clássicas e contemporâneas. Traz uma linguagem inspirada no conforto e funcionalidade para residências de alto luxo, assinada pelo arquiteto Achille Salvagni, um dos 100 melhores profissionais da AD Collector e incluído na lista A da Elle Décor USA. A primeira unidade do Azimut 27 Metri, entregue a um milionário anônimo brasileiro na semana passada, começou a ser fabricada no final de 2019. Um segundo barco já foi encomendado e está em construção. E uma terceira está prevista para ser finalizada até o final do ano. Além disso, segundo a empresa, outras negociações estão em andamento. Para a felicidade dos compradores.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?