O Lamborghini mais vendido (e valente) do mundo

O Lamborghini mais vendido (e valente) do mundo

Para os meros mortais, pode parecer inacreditável a informação de que há uma fila de espera, de três meses, para comprar um carro de R$ 2,5 milhões. Mas é exatamente o que está acontecendo com o SUV Urus.

+ Lamborghini Sián FKP 37 vira kit da linha Lego Technic
+ Lamborghini Urus, que nada! Fique com este LM002, o super-SUV original
+ Polícia para menino de 5 anos que tentava comprar Lamborghini

O utilitário superesportivo da Lamborghini tornou-se o maior fenômeno de todos os tempos da montadora italiana. Lançado em 2018, o Urus já é considerado um dos modelos mais importantes da história da companhia.

É que seu fenomenal sucesso surpreendeu até mesmo os executivos da empresa. Aos números: no ano passado, o Urus vendeu quase 5 mil unidades em todo o mundo, o que representa pouco mais de 60% de tudo o que a Lamborguini comercializou no planeta no período (8,2 mil carros).

Esses dados fizeram as vendas da marca aumentarem em 43% no ano passado em relação a 2018, transformando 2019 na temporada mais bem-sucedida da companhia em toda a sua história. Graças ao Urus.

Todo esse sucesso não é obra do acaso. O SUV é, de fato, sensacional! Com 650 cavalos de potência – só para comparação, um carro 2.0 tem cerca de 170 cv –, câmbio automático de oito marchas, tração integral e direção elétrica, esse gigante tem 5,1 metros de comprimento, 2 metros de largura e 1,63 metro de altura. Tudo isso numa leve e resistente carroceria que mescla alumínio e aço, design moderno, conforto extremo e muita tecnologia.

A harmonização precisa de potência e leveza faz essa belezura de 2,2 toneladas ir de 0 a 100 km/h em míseros 3,6 segundos. Para ligar a máquina, basta um toque na aleta direita, logo atrás do volante.

Equipado com um avançado sistema de estabilização eletromecânico, o SUV da Lamborghini tem a estabilidade como uma de suas muitas virtudes.

No interior, forrado de couro em tom caramelo, há uma tela no console para o controle do ar-condicionado, do sistema de aquecimento e até para massagem a partir dos bancos. Um toque especial vai divertir o motorista: o botão de partida fica protegido por uma pequena tampa vermelha, como aquelas que vemos nos dispositivos secretos dos carros do 007.

E para aproveitar tudo isso, basta desembolsar R$ 2,5 milhões.

(Nota publicada na edição 1159 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança

Tópicos

Lamborghini

Mais posts

Gin de alma espanhola

Criado a partir de sete destilações – muitas delas centradas em plantas cítricas –, o Le Tribute é um gin vibrante, com notas de [...]

Tempo de sofisticação

Com mais de 160 anos de tradição, a Montblanc é uma das grifes de luxo mais respeitadas do mundo, célebre por seus relógios robustos e [...]

Clássico e valente

Nos anos 1960, os carros da montadora italiana Alfa Romeo faziam sucesso em todo o mundo, tanto dentro quanto fora das pistas. Uma das [...]

Um Patrimônio em forma de anel

Considerado um dos mais belos e intrigantes monumentos arqueológicos do mundo, as formações de Stonehenge (no detalhe), na Inglaterra, [...]

Promoção de ouro

A Vivara está com algumas das suas mais belas peças em promoção. Uma ótima dica é o anel Morganita, confeccionado em ouro rosé 18 [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.