Edição nº 1126 20.06 Ver ediçõs anteriores

O importante é se programar

O importante é se programar

Com 130 unidades no Brasil, 15 em Portugal e uma em Angola, a Happy Code, a maior rede de programação e robótica voltada a crianças e adolescentes do País e a terceira maior no mundo, dará o pontapé inicial a um ousado plano de expansão internacional em 2019. A empresa pretende abrir unidades na França, Espanha, China e no México, segundo Rodrigo Santos, CEO da Happy Code. “O cenário para 2019 é de otimismo. No Brasil, acreditamos em uma pequena recuperação do PIB, na queda na taxa de inflação e a recomposição do poder de compra dos salários. A expectativa positiva em relação ao ensino de tecnologia no mundo vem levando os investidores internacionais a nos procurar”, diz. Hoje com 50 endereços, o plano é abrir 200 unidades ainda no primeiro trimestre deste ano.

(Nota publicada na Edição 1103 da Revista Dinheiro)


Mais posts

A gente não quer só salário

Em um processo seletivo, só o salário oferecido não basta para atrair bons profissionais. Para 40% dos entrevistados pelo 8º Índice de [...]

Eurofarma olha para fora

O laboratório brasileiro Eurofarma, uma das maiores do setor na América Latina e com negócios em 20 países, vai intensificar seu [...]

Mais um rival para o Netflix

Foi no início da década de 1960 que a BKS começou a entrar nos lares brasileiros – e já naquela época, por meio da televisão. [...]

Veloe não perde tempo

A guerra do mercado de pagamento eletrônico de pedágios se acirra mais a cada dia. Ao mesmo tempo em que o banco digital C6 inicia [...]

Plano de engorda dos lucros

O mercado de produtos naturebas nunca cresceu tanto como nos últimos anos – e deve ganhar ainda mais musculatura daqui para frente. [...]
Ver mais