Edição nº 1130 19.07 Ver ediçõs anteriores

O hotel butique de Guilherme Paulus

O hotel butique de Guilherme Paulus

O empresário Guilherme Paulus, um dos maiores acionistas da operadora de turismo CVC e dono do grupo hoteleiro GJP, vai abrir um novo hotel na avenida Cidade Jardim, em São Paulo. Ele acaba de comprar o icônico prédio onde já funcionou a agência de publicidade DPZ. Ali, ele pretende criar um hotel butique com 65 apartamentos, rooftop e restaurante com espaço para eventos. O nome da bandeira ainda é um mistério. “Estamos pensando em criar algo novo”, diz Paulus, presidente do conselho da companhia, com exclusividade à coluna. Atualmente, o grupo GJP conta com 12 hotéis espalhados pelo Brasil com as bandeiras Wish, Prodigy, Linx e Saint Andrews.

(Nota publicada na Edição 1085 da Revista Dinheiro, com colaboração de: Hugo Cilo)


Mais posts

Bem-estar contra o turnover

Healthtech pioneira no País, a Vidalink tem crescido acima de 45% ao ano desde 2015 com uma proposta inédita na saúde corporativa: [...]

Startup milionária

A brasileira Pipefy, principal plataforma de gestão baseada na metodologia Lean, recebeu aporte de US$ 45 milhões (R$ 170 milhões) em [...]

Quarto vazio? Desconto na diária

Ocupação plena é um desafio para qualquer hotel. Ainda mais depois da concorrência com o Airbnb. “Em torno de 45% das acomodações ficam [...]

Fusões não esperam pelas reformas

Apesar de o País ter ficado em compasso de espera na expectativa da aprovação das reformas da Previdência e tributária, o escritório de advocacia Demarest registrou um semestre movimentado na área de fusões e aquisições. Com 16 operações, a banca subiu da nona para a terceira posição no ranking de transações da América Latina, compilado […]

Investigação em alta

A receita da divisão de global forensics da BDO subiu 35% no primeiro semestre. A empresa é uma das Big 5 de auditoria do mundo e ajuda organizações a reduzir riscos da fraudes. Para isso, investiga e rastreia aparelhos e vestígios digitais para que corporações. Frente à demanda do serviço, o contingente de profissionais da […]

Ver mais

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.