O Fusca de US$ 290 mil

O Fusca de US$ 290 mil

Já pensou em desembolsar quase US$ 300 mil por um Fusquinha com 56 anos de vida? Saiba que tem muita gente querendo. No site da Hemmings Motor News – a maior publicação dos Estados Unidos voltada a automóveis clássicos –, esse charmoso Fusca preto, com estofamento vinho e detalhes internos em branco, está anunciado por US$ 290 mil. E, pasme, a turma que entende do assunto diz que o preço é justo. É que o carro, apesar das quase seis décadas de fabricação, é praticamente um zero quilômetro. Comprado pelo colecionador americano Rudy Zvarich, assim que chegou a uma loja de Washington, o Fusquinha mal foi usado. Rodou apenas inacreditáveis 35 km e tem todas as peças e acabamentos originais, como as calotas cromadas, o enorme e clássico volante branco e o estofamento dos bancos. Com a morte de Zvarich, seu sobrinho decidiu vender essa preciosidade. Sobrinho desnaturado. Mas inteligente. Está prestes a embolsar mais de R$ 1,5 milhão.

(Nota publicada na edição 1179 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?


Mais posts

O traje voador da BMW

Foram necessários três anos de pesquisas e testes de campo, até a BMW lançar o primeiro macacão de vôo eletrificado do mundo. Em seu vôo de estreia, o traje alado alcançou nada menos do que 300km/h. A roupa é a prova de que a companhia alemã estava certa, quando dizia ser capaz de produzir um […]

Klester Cavalcanti

O mais novo tênis da Osklen chega como um belo exemplo de produto ecologicamente correto. O modelo OG é produzido a partir de coisas como bagaço de cana-de-açúcar, cortiça, palha de arroz, pneus velhos e resíduos de fio de algodão e de lona. Segundo a marca, foram empregadas as técnicas mais sustentáveis já utilizadas pela […]

Sabor premiado da mais antiga destilaria de rum em atividade no mundo

Fundada há mais de 300 anos, a mais antiga destilaria de rum em atividade no mundo está com produto novo nas prateleiras. A Mount Gay, cuja sede fica em Barbados, acaba de lançar uma edição limitada da sua premiada Master Blender Collection. A bebida é uma mistura de rum destilado de coluna de 5 anos […]

O melhor da África

Uma das mais respeitadas publicações de turismo do mundo, a Condé Nast Traveler anunciou, recentemente, a sua lista dos melhores hotéis do planeta, elaborada a partir de avaliações de quase 1 milhão de viajantes. No continente africano, o grande vencedor foi o Royal Mansour Marrakech, no Marrocos. O local é um marco da arquitetura marroquina, […]

Embarque imediato

Duas das marcas mais respeitadas em seus respectivos setores se uniram para criar um produto exclusivo. A Montblanc e a fabricante de pneus Pirelli acabam de lançar uma mala de edição limitada a 3 mil unidades. Segundo as companhias, o produto foi “criado para quem espera eficiência, durabilidade e conforto em seus acessórios de viagem”. […]

Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.