O encontro da Dior com a Nike

O encontro da Dior com a Nike

O encontro da Dior com a Nike em dezembro do ano passado, a internet veio abaixo, quando o estilista inglês Kim Jones anunciou que tinha criado um par de tênis para a Nike, especificamente para a linha Air Jordan – homenagem ao inigualável ex-jogador de basquete Michael Jordan. Ocorre que Jones já assinou coleções de algumas das mais importantes grifes do mundo fashion, como Dior e Louis Vuitton. A nova linha da Nike, aliás, é uma parceria da marca esportiva com a Dior. Como o tênis ainda não foi comercialmente lançado, há muita especulação em torno do assunto. Por enquanto, o que realmente se sabe é que será uma edição limitada – com menos de 10 mil pares produzidos mundialmente – e que as vendas começarão em meados de abril, ao custo de US$ 2 mil o par (R$ 10 mil). De tudo, porém, o que realmente importa aos fãs da marca é o visual do tênis. Será um fabuloso cano alto, branco, com detalhes em cinza e a inconfundível logo da Nike bordada de preto.

(Nota publicada na edição 1163 da Revista Dinheiro)

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago



Sobre o autor

Luciana Lancellotti é editora de Estilo da DINHEIRO


Mais colunas e blogs


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.