TV DINHEIRO

“Criamos o Clube Smiles e ele foi copiado por todos os concorrentes”, diz Leonel Andrade

No programa MOEDA FORTE desta semana, Carlos Sambrana, redator-chefe da ISTOÉ DINHEIRO, recebe Leonel Andrade, presidente da Smiles, empresa com quase 13 milhões de clientes. O executivo fala sobre o modelo de negócios que mantém os programas de fidelidade e conta como a companhia se tornou uma das mais lucrativas do mercado.

Neste terceiro bloco (acima), Andrade fala sobre inovação. Segundo ele, o mantra da companhia é ter uma novidade a cada três meses. “Temos um comitê de inovação dedicado exclusivamente a essa área”, conta. Os investimentos da empresa em novos produtos, como o Clube Smiles, atraem a atenção do mercado e recentemente a transformaram em objeto de estudo de uma grande universidade americana. “Criamos o Clube Smiles e ele foi copiado por todos os concorrentes”, afirma.

Assista ao quarto bloco da entrevista nesta quinta-feira (18), às 7h30.

BLOCO 2

O executivo aborda o resgate de pontos. No ano passado, a Smiles lançou o programa Viaja Fácil, que permite resgatar passagens aéreas sem milhas na conta e apresenta um prazo maior para pagar. Além disso, segundo Andrade, os 9 milhões de voos disponíveis para os clientes da empresa estão integrados em um aplicativo. “Nosso cliente pode emitir a passagem enquanto está indo para o aeroporto”, afirma. Pensando em oferecer mais opções para resgate e acúmulo de pontos, a Smiles fechou parceria com o Uber. “Nosso cliente vai usar milhas para pagar o Uber ou receber pontos quando pagar com dinheiro”, diz.

BLOCO 1

Andrade destaca por que a Smiles está concentrada em turismo e entretenimento. Segundo ele, a empresa emite passagens para 14 companhias aéreas de todos os lugares do mundo e, apenas no ano passado, emitiu 5 milhões de bilhetes. “Somos a maior emissora de passagens áreas do Brasil”, diz. “Temos cerca de 6 bilhões de milhas resgatadas por mês”, completa.