Política

NYT: Rússia cria novo método para influenciar eleições na Ucrânia

Após Facebook fechar cerco, agente russos agora procuram por ucranianos dispostos a vender ou alugar páginas pessoais, que seriam usadas para espalhar desinformação

NYT: Rússia cria novo método para influenciar eleições na Ucrânia

Mulher balança bandeira da Ucrânia em Kiev, em 22 de fevereiro de 2017 - AFP

Não bastasse as disputas geopolíticas entre Ucrânia e Rússia, agora um relatório oficial da S.B.U, serviço secreto ucraniano, trouxe novas informações que deixarão ainda mais delicadas as relações entre os dois países, segundo reportagem do The New York Times. Segundo a agência estatal, Russos criaram uma nova tática de manipulação de redes sociais a fim de causar intrigas internas na eleição presidencial marcada para o dia 31 de março.

Diferente das táticas aplicadas nos Estados Unidos e França – quando páginas e perfis russos falsos espalhavam mensagens incitando o acirramento das tensões entre os lados – desta vez agentes russos contactaram diretamente ucranianos dispostos a vender ou alugar suas páginas pessoais para a propagação de material que buscava influenciar eleições.

A mudança de postura veio após o Facebook ter mudado sua política e ter aumentado a fiscalização de páginas falsas. Em janeiro deste ano, a rede social anunciou que deletou 150 contas falsas controladas por russos, e nesta terça-feira (26) confirmou que botou abaixo 2.000 perfis e páginas ligadas a russos, muitas delas dedicadas a espalhar desinformação sobre a eleição na Ucrânia.

Segundo uma confissão via vídeo publicada pela S.B.U, um agente secreto russo que reside em Kiev, disse que seus mandatários de Moscou o instruíram a procurar por ucranianos dispostos a vender ou alugar suas paginas pessoais do Facebook com o objetivo de usá-las para publicar propagandas políticas e plantar artigos falsos.