Economia

Número de processos trabalhistas devido à covid-19 chega a 24 mil

Crédito: Pexels

Trabalhadores estã recorrendo à Justiça do Trabalho para reivindicar direitos como verbas rescisórias e FGTS, segundo levantamento do TST (Crédito: Pexels)

A pandemia da covid-19 levou muitos trabalhadores a recorrem à Justiça para terem seus direitos assegurados. Segundo levantamento realizado pelo TST (Tribunal Superior do Trabalho), cerca de 24 mil brasileiros acionaram a Justiça do Trabalho em ações relacionadas à pandemia, reivindicando direitos como verbas rescisórias e FGTS.

Desde o ano passado até o mês de março deste ano, foram registradas 23.938 ações trabalhistas nas Varas do Trabalho com o assunto covid-19. As informações são do G1. Apesar de alto, o número representa menos de 2% do total de ações lançadas nas Varas de Trabalho no período, quando foram contabilizados 1.757.566 de processos.

+ Justiça do Trabalho destina R$ 225 milhões para combate à covid-19

Para se ter uma ideia, no ano passado, foram impetradas 21.824 ações com o assunto covid-19 do total de 1.451.963 novos casos nas Varas de Trabalho. Já nos três primeiros meses deste ano, foram 2.114, do total de 305.603.

Foram nos meses de maio e junho que tiveram os maiores números de ações protocoladas, com mais de 4.000 em cada. O número passou a recuar desde julho. Se por um lado a quantidade total de ações em primeira instância diminuiu 26% de março para abril do ano passado, os pedidos relacionados à doença tiveram alta de 320% no mesmo período.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel