Ciência

Número de mortos por covid-19 no mundo passa de 957.000

Número de mortos por covid-19 no mundo passa de 957.000

Profissionais de saúde se preparam para retirar o corpo de de Zhang Lifa, vítima da covid-19, em um hospital de Wuhan, na China, em 1o de fevereiro de 2020 - Zhang Hai/AFP

A pandemia do novo coronavírus causou pelo menos 957.948 mortes no mundo, desde que o escritório da Organização Mundial da Saúde (OMS) na China relatou o aparecimento da doença em dezembro passado – aponta balanço da AFP deste domingo (20), compilado com base em fontes oficiais.

Desde o início da epidemia, mais de 30.849.800 pessoas contraíram a doença. Deste total, pelo menos 20.871.300 se recuperaram, de acordo com as autoridades.

Este número de casos diagnosticados positivos reflete apenas uma parte de todas as infecções, devido às diferentes políticas adotadas por cada país para diagnosticar casos.

No sábado, foram registradas 5.089 novas mortes e 291.505 infecções no mundo. Os países que mais registraram óbitos foram Índia, com 1.133; Estados Unidos, com 786; e Brasil, com 739.

O número de mortes nos Estados Unidos chega a 199.268, com 6.766.631 infecções. As autoridades consideram que 2.577.446 pessoas foram curadas da covid-19.

Depois dos Estados Unidos, os países com mais óbitos são Brasil, com 136.532 mortes e 4.528.240 casos; Índia, com 86.752 óbitos (5.400.619 casos); México, com 73.258 óbitos (694.121 casos); e Reino Unido, com 41.759 óbitos (390.358 casos).

Entre os países mais atingidos, o Peru apresenta a maior taxa de mortalidade, com 95 mortes a cada 100.000 habitantes, seguido por Bélgica (86), Espanha (65), Bolívia (65) e Brasil (64).

A China, sem considerar os territórios de Hong Kong e Macau, registrou um total de 85.279 pessoas infectadas, das quais 4.634 morreram e 80.477 foram totalmente curadas.

Desde o início da epidemia e até este domingo, América Latina e Caribe totalizam 322.661 mortes (8.709.926 infecções); Europa, 225.223 (4.825.798); Estados Unidos e Canadá, 208.518 (6.909.376); Ásia, 124.713 (7.183.805); Oriente Médio, 42.093 (1.788.575); África, 33.829 (1.401.274); e Oceania, 911 (31.053).

Esse balanço foi feito com base em dados das autoridades nacionais compilados pelas redações da AFP e com informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Devido a correções por parte das autoridades, ou ao atraso na publicação dos dados, o aumento dos valores publicados nas últimas 24 horas pode não corresponder exatamente ao do dia anterior.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?