Economia

Número de fechamento de MEIs volta a cair no Brasil

Crédito: Pixabay

Todos os estados e o Distrito Federal estabilizaram seus dados de fechamento de empresas (Crédito: Pixabay)

Apesar da alta no fechamento de empresas por conta pandemia, o número de MEIs (microempreendedor individual) e MPEs (micro e pequenas empresas) abertas apresentam sinais de recuperação em quase todos os estados do Brasil. É o que mostra uma análise do Sebrae, com base em informações da Receita Federal. 

De acordo com o levantamento, todos os estados e o Distrito Federal estabilizaram seus dados de fechamento de empresas, quando comparado com os números pré-pandemia (2018 e 2019). A exceção é o Maranhão, que apresentou ligeira alta no número de fechamentos.

+ Brasil tem saldo de mais de 231 mil empresas abertas em outubro
+ Empresas ainda não tomaram todo o crédito disponibilizado na pandemia, diz BC

Já para as aberturas, em janeiro de 2020, todos os estados brasileiros apresentavam quantidades de MEIs abertos superiores aos mesmos períodos de 2018 e de 2019. Esse movimento também foi observado no mês de julho, quando a categoria mostrou crescimento e sinais de recuperação pós-pandemia.

Sobre a abertura de novas MPEs, os gráficos dos estados em 2020 apresentam um comportamento em formato de V, com ápice de empresas abertas em janeiro, queda nos meses entre fevereiro e maio, e recuperação a partir de junho.

As exceções são os estados do Acre, Mato Grosso, Roraima, Santa Catarina e Tocantins. Essas unidades da federação não apresentaram quedas expressivas nos seus quantitativos em meados de abril.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel