Giro

Nubank perde quase 40% de valor desde abertura de capital, diz jornal

Crédito: Divulgação/Nubank

O Nubank perdeu mais de US$ 6 bilhões em valor de mercado, desde sua abertura de capital (Crédito: Divulgação/Nubank)

Com uma queda de 4,65% nos BDRs listados na B3 (Brasil, Bolsa, Balcão), nesta terça-feira (18), os certificados de depósito de valores mobiliários do Nubank fecharam o pregão do dia cotados a R$ 7,17. Na NYSE (Bolsa de Valores de Nova Iorque), onde as ações do banco estão listadas, o Nubank fechou em queda de 5,36%, com os papéis cotados a US$ 8,21.

Itaú Unibanco anuncia compra da corretora digital Ideal em duas etapas



Os valores mostram que desde o IPO da fintech, em 9 de dezembro de 2021, o Nubank perdeu quase 40% de seu valor, de acordo com informações de “O Globo”.

O Nubank perdeu mais de US$ 6 bilhões em valor de mercado, desde sua abertura de capital. Com a queda registrada nos últimos dias, a empresa deixou de ser a financeira mais valiosa da América Latina, passando o bastão para o Itaú Unibanco, com valor de mercado estimado em US$ 39 bilhões.

O problema, entretanto, não está no banco. Assim como o Nubank, outras fintechs e empresas de tecnologia passam por momentos difíceis nos EUA. Exemplos disso são: a corretora digital Robinhood, que tem queda de 15% no ano, a Toast (empresa de softwares para restaurantes) que cai 25% e a Affirm (fintech), que já carrega uma baixa de 31% em 2022. O movimento de queda para empresas do ramo na bolsa norte-americana é geral.

+ Confira 10 receitas para reaproveitar ou turbinar o arroz do dia a dia