Economia

Novos empréstimos na China recuam a 661,3 bilhões de yuans em outubro

Os bancos chineses liberaram 661,3 bilhões de yuans (US$ 94,5 bilhões) em novos empréstimos em outubro, segundo dados publicados hoje pelo Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês).

O montante é bem menor do que o valor de 1,7 trilhão de yuans registrado em setembro e ficou também abaixo da previsão de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, de 765 bilhões de yuans em novos empréstimos.

O financiamento social total, uma medida mais ampla do crédito na economia chinesa, também sofreu forte queda entre setembro e outubro, de 2,27 trilhões de yuans para 618,9 bilhões de yuans.

Já a base monetária da China (M2) teve acréscimo anual de 8,4% em outubro, repetindo a variação de setembro e vindo em linha com a previsão de economistas. Fonte: Dow Jones Newswires.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança

Tópicos

China empréstimos