Sustentabilidade

Novo protesto do Greenpeace na França contra o desmatamento na Amazônia

Novo protesto do Greenpeace na França contra o desmatamento na Amazônia

Protesto do Greenpeace em Paris contra o desmatamento na Amazônia - AFP

Ativistas do Greenpeace protestaram nesta quinta-feira nas proximidades do Palácio do Eliseu em Paris, a sede da presidência francesa, para denunciar a “inação” e o “silêncio” do governo a respeito dos incêndios na Amazônia.

Os militantes chegaram em um caminhão do corpo de bombeiros, que foi estacionado a poucos metros da entrada do Eliseu. Eles exibiram uma faixa com a frase “Amazônia em chamas, (Emmanuel) Macron continua sendo cúmplice”.

Vários ativistas se acorrentaram ao caminhão e a polícia precisou quebrar as correntes. Doze pessoas foram detidas, segundo o Greepeace.

A ONG denuncia a “inação” de Paris ante o desmatamento, devido sobretudo aos incêndios provocados para que a terra seja usada para pecuária e agricultura.

O presidente francês admitiu em agosto de 2019 que a França era “em parte cúmplice” do problema pelo chamado “desmatamento importado”, por exemplo, ao importar soja cultivada na Amazônia para alimentar seu gado.

“Emmanuel Macron prometeu muito, mas não fez nada”, tuitou Jean-François Julliard, diretor do Greenpeace França.

“Hoje a França importa entre três e quatro milhões de toneladas de soja por ano (…) Temos que revisar nosso modelo de pecuária para deixar de ser dependente da importação de proteínas vegetais produzidas no mundo, que são quase 100% OGM, repletas de pesticidas, incluindo alguns que estão proibidos na França”, afirmou Cécile Leuba, diretora de campanha da ONG.

Leuba explicou que o Greenpeace se reuniu recentemente com a nova secretária de Estado para a Biodiversidade, Bérangère Abba, sem obter “nenhum compromisso” do governo contra o desmatamento.

“Por isso, nós somos obrigados a passar a métodos de ação mais diretos”, destacou.

No fim de agosto, ativistas da organização protagonizaram protestos similares em vários locais simbólicos da França, como a Torre Eiffel.

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”

+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?