Ciência

Novavax pedirá permissões para sua vacina anticovid no segundo trimestre

Novavax pedirá permissões para sua vacina anticovid no segundo trimestre

Ilustração de frascos com adesivos indicativos de vacinas anticovid e seringas com a logo da empresa de biotecnologia Novavax em 17 de novembro de 2019 - AFP/Arquivos

A empresa de biotecnologia americana Novavax informou nesta segunda-feira (1) que espera pedir a habilitação de sua vacina contra a covid-19 no começo do segundo trimestre no Reino Unido e pouco depois nos Estados Unidos.

A Novavax disse, no entanto, que não tem garantias de que as autoridades americanas aceitem analisar sua solicitação que, por enquanto, se baseará só nos resultados dos testes de fase 3 realizados no Reino Unido, enquanto outros similares continuam nos Estados Unidos.

“Até o início do segundo trimestre” os dados serão apresentados às autoridades britânicas, anunciou a empresa em um comunicado.

A Novavax disse ter aberto um diálogo com a agência americana de medicamentos (FDA) “com um pedido potencial de permissão de utilização urgente no segundo trimestre”, acrescentou.

“Nossa esperança é que a FDA aceite considerar os dados britânicos”, disse à NBC o presidente da Novavax, Stanley Erck, admitindo não ter “certeza” de que isso ocorra.

Para a vacina da AstraZeneca, as autoridades americanas aguardam os resultados dos ensaios nos Estados Unidos mesmo já tendo sido autorizada na Europa.

“Temos dados diferentes dos da AstraZeneca”, alegou Stanley Erck.

Se a FDA se recusar a estudar os dados britânicos, o procedimento começará após a divulgação dos resultados dos testes nos Estados Unidos e no México, dos quais participam 30.000 pessoas.

No Reino Unido a vacina foi testada em 15.000 pessoas e teve eficácia de 89,3%, havia informado a empresa no fim de janeiro.

O governo britânico já assegurou uma encomenda de 60 milhões de doses da vacina da Novavax.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel