Giro

Nova York vai exigir comprovante de vacina para entrar em ambientes fechados

Crédito: Pixabay

Nova York já paga US$ 100 para quem se vacinar contra a covid-19 na cidade (Crédito: Pixabay)

Nova York será a primeira cidade dos Estados Unidos a exigir prova de vacinação contra a covid-19 para atividades em ambientes fechados. Quem quiser ir a um restaurante, frequentar academias, teatro ou cinema deve apresentar um comprovante de imunização. O prefeito Bill de Blasio anunciou nesta terça-feira (3) a medida.

Segundo o New York Times, o “passaporte” para ingressar em estabelecimentos comerciais fechados será exigido a partir de setembro, após um período de transição em que as escolas devem reabrir presencialmente.

+ Casos e mortes por Covid-19 nos EUA sobem, mas vacinação também avança

+ Devemos ter nova variante imune as vacinas contra Covid-19, dizem cientistas



“É tempo para as pessoas verem a vacinação como literalmente necessária para uma vida boa e saudável. Nem todos vão concordar com isso, eu entendo isso. Mas, para muitas pessoas, será um ato que salva vidas. Estamos sancionando uma lei que vai garantir um nível muito mais alto de vacinação nesta cidade. E esta é a chave para proteger as pessoas e a chave para nossa recuperação”, declarou Blasio em coletiva de imprensa.

Medidas similares já foram adotadas na França e na Itália em julho deste ano e são cada vez mais discutidas com o avanço da variante delta em todo o mundo. Embora exista disponibilidade de vacinas nos EUA, o país vive uma “pandemia entre os não vacinados”, segundo as palavras do assessor da Casa Branca para doenças infecciosas, Anthony Fauci, em entrevista à CNN americana no final de julho.

Outra iniciativa de Blasio em Nova York começou a valer no início deste mês de agosto: quem se vacina na cidade recebe US$ 100. Em geral, as autoridades americanas já apelaram a sorteios de brindes, dinheiro, bolsas universitárias, cervejas e incentivos diversos para convencer os americanos a se vacinarem. O país com mais óbitos de covid-19 em todo o mundo volta a sofrer com o aumento da taxa de infecções diárias e a queda no ritmo da vacinação.

A cidade de Nova York possui 66% de sua população adulta totalmente vacinada e, diferentemente de cidades como Los Angeles, São Francisco e Washington, não voltou a exigir o uso de máscaras em locais fechados.

Veja também
+ Como podcasts podem ajudar na educação financeira do brasileiro
+ Mistério: mulher descobre que não é a mãe biológica de seus próprios filhos
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km