Giro

Nova York pode proibir porte de armas em vários locais, incluindo Times Square

Crédito: REUTERS/Brendan McDermid

Parlamentares buscam proibir armas de fogo em uma longa lista de "lugares sensíveis" (Crédito: REUTERS/Brendan McDermid)



Por Jonathan Allen

NOVA YORK (Reuters) – Parlamentares de Nova York começaram a votar na sexta-feira leis reformadas para proibir armas de fogo em uma longa lista de “lugares sensíveis”, incluindo a Times Square, após a Suprema Corte dos Estados Unidos decidir que as leis restritivas a licenças de armamentos são inconstitucionais.

A sessão legislativa emergencial começou na quinta-feira, uma semana após a maioria conservadora da Suprema Corte norte-americana decretar pela primeira vez que a Constituição dos Estados Unidos garante a um indivíduo o porte de armas em público para defesa pessoal.

Bolsonaro promete ampliar acesso a armas e seguir modelo dos EUA se reeleito




Suprema Corte dos EUA descarta decisões que defendem restrições de armas

Câmara dos EUA aprova lei de segurança de armas, em vitória para Biden

Lideranças democratas de Nova York criticaram a decisão, dizendo que haverá mais violência causada por armas de fogo se houver mais pessoas portando armas, acatando também que precisam agora afrouxar os esquemas de licenças do Estado, codificados há mais de um século.


A corte também permitiu que pessoas possam ser impedidas de portarem armas em alguns “locais sensíveis”, mas alertou os parlamentares contra a aplicação muito ampla do rótulo. O tribunal também facilitou que grupos pró-armas tenham regulações de armas de fogo revertidas, decidindo que as regulações são provavelmente inconstitucionais se não forem semelhantes aos tipos de regras elaboradas no século 18, quando foi ratificada a Segunda Emenda da Constituição do país.

O governo estadual publicou nas primeiras horas de sexta-feira o texto de um projeto que inclui uma lista com propostas de lugares sensíveis.

A lista inclui prédios do governo, instituições médicas, lugares de culto, bibliotecas, playgrounds, parques, zoológicos, escolas, faculdades, acampamentos de verão, centros de apoio a dependentes químicos, abrigos para pessoas em situação de rua, instituições de cuidados para idosos, sistemas de transporte público da cidade de Nova York, como o metrô, lugares onde há consumo de álcool ou maconha, museus, teatros, estádios e outros recintos, locais de votação e a Times Square.

(Reportagem de Jonathan Allen em Nova York)

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI601YS-BASEIMAGE






Tópicos

acidentes trágicos aprovação da lei Armas Texas assalto assassinas de crianças Associação Nacional de Rifles Biden Câmara dos Deputados dos Estados Unidos Câmara dos EUA Casa Branca compradores de armas Constituição dos EUA controle de armas crimes com armas debate decisão da Suprema Corte decisão da Suprema Corte EUA armas decisão Suprema Corte dos EUA sobre armas decisão Suprema Corte porte de armas em público DEMOCRATA democratas direito constitucional portar armas em público EUA direito portar armas em público constitucional EUA direito portar armas em público constitucional nos EUA direito porte de armas em público constitucional EUA direito porte de armas em público constitucional nos EUA direitos às armas escola primária em Uvalde Estado com mais armas nos eua Estados que permitem armas EUA fabricantes de armas impedir pessoas portar armas joe biden Legalizacao de armas legislação dos EUA sobre armas legislação EUA armas lei armas nos EUA lei de segurança de armas lei sobre armas nos EUA leis restritivas armamentos são inconstitucionais líder da minoria lugares sensíveis sem armas Nova York massacres Mitch McConnell Nancy Pelosi Nova York Nova York busca limitar porte de arma Nova York EUA Nova York limitação porte de armas Nova York proíbe armas em lugares sensíveis Nova York proíbe armas em série de locais como Times Square Nova York restrição armas em lugares sensíveis NRA Países com porte de arma legalizado policiais porte de armas porte de armas decisões cortes nos EUA porte de armas nos EUA Posse de arma nos EUA POSSE DE ARMAS Presidente da Câmara presidente dos Estados Unidos presidente Joe Biden proibição de rifles proibir armas de fogo em uma longa lista de lugares sensíveis reforma legislativa federal Republicanos restrição armas Nova York restrição as armas de fogo restrições rifles salvar vidas segunda emenda segunda emenda Constituição dos EUA segunda emenda Constituição dos EUA armas segunda emenda Constituição dos EUA direito armas segunda emenda Constituição EUA segunda emenda Constituição EUA direito a portar armas segunda emenda Constituição EUA direito ter armas segurança de armas Senado suicídios supermercado em Buffalo Suprema Corte Suprema Corte Constituição garante a um indivíduo o porte de armas em público Suprema Corte direito constitucional portar armas Suprema Corte direito constitucional portar armas em público Suprema Corte direito porte armas em público Suprema Corte leis restritivas armamentos inconstitucionais Suprema Corte leis restritivas licenças de armamentos inconstitucionais Texas Times Square Times Square proibição armas tiroteios venda de armas violência doméstica vitória para Biden