Poder

Justiça privada

As câmaras de arbitragem brasileiras nunca trabalharam tanto como nos últimos meses - e, ao que tudo indica, continuarão com força máxima em 2011 


Os contratos que exigem arbitragem privada, obrigatórios para investidores estrangeiros, foram multiplicados por dez nos últimos cinco anos, somando R$ 24,7 bilhões. A tendência é de crescimento ainda maior com o aumento de empresas estrangeiras no País, com a Copa do Mundo e a Olimpíada.

 

39.jpg

 

 

Inflação


Indústria quer entender

 

A indústria não quer ficar como espectadora no debate sobre o risco inflacionário. A CNI quer trabalhar com o governo em estudos para entender os mecanismos de inflação – como se dá a recomposição das margens, os reajustes de preços e as elevações sazonais.

 

38.jpg

 

 

Exportação


Negócio da China

 

Depois de superar os EUA como maior parceiro comercial do Brasil, a China ampliou sua participação na balança este ano. Em novembro, comprou 15,5% das exportações, contra 13,2% de 2009. A participação dos EUA caiu de 10,2% para 9,4%.

 

35.jpg

 

 

Cena do Planalto


Conquistas Registradas em cartório

 

O presidente Lula fez uma grande festa na semana passada para apresentar, em livros registrados em cartório e assinados por todos os ministros que passaram pelo governo, todas as realizações do governo. A justificativa, disse ele, é que a população poderá comparar os atos com as promessas de campanha.

 

33.jpg

 

 

Construção civil


Sintonizado com o governo

 

O corte nos gastos do governo federal tem sido muito bem-visto, principalmente pelo setor da construção civil – apesar dos riscos de que eles atinjam também as obras de infraestrutura. O presidente da CBIC, Paulo Simão, fiel apoiador do governo Lula, diz que Dilma Rousseff está correta em cortar gastos, para num segundo momento aumentar os investimentos.

 

36.jpg

 

 

Carnaval 


Folia da exportação

 

A Apex vai perpetuar seu camarote na Marquês de Sapucaí. A agência calcula em R$ 118,5 milhões os negócios provenientes da prospecção no Carnaval 2010. Neste ano, empresários do setor de móveis e uma produtora de cinema que sempre se negaram a conhecer o Brasil aceitaram o convite por causa da festa.  

 

34.jpg

 

 

Notas

 

Não foi apenas o atraso nas licitações que emperrou o Plano Nacional de Banda Larga. A cessão das fibras ópticas da Eletronet à Telebrás ainda não foi formulada, e Furnas demonstra resistência. A Telebrás precisa apresentar uma contrapartida.

 

O governo não conseguiu tirar do papel parte das medidas de desoneração previstas no PDP, mas conseguiu baixar a pilha de decisões econômicas no Congresso. Foram aprovados o cadastro positivo, a lei do gás e a reforma do sistema de defesa da concorrência, que muda o Cade.

 

Com Guilherme Queiroz e Rodolfo Borges