Negócios

Sprint registra prejuízo de US$ 142 milhões no 3º trimestre, mas receita aumenta

A Sprint registrou prejuízo de US$ 142 milhões no terceiro trimestre, ou US$ 0,04 por ação, menor que o prejuízo de US$ 585 milhões, ou US$ 0,15 por ação, registrado em igual período de 2015. A receita da companhia subiu 3,4% na mesma comparação, para US$ 8,25 bilhões. Analistas ouvidos pela Thomson Reuters previam prejuízo de US$ 0,07 por ação e receita de US$ 8,03 bilhões. Às 12h27 (de Brasília), a ação recuava 5,78% na Bolsa de Nova York.

Uma empresa do setor de telecomunicações, a Sprint é controlada pela japonesa SoftBank. O executivo-chefe da Sprint, Marcelo Claure, afirmou que ela “deu mais um passo em nosso plano rumo a uma lucratividade sustentável”.

A companhia tem atraído clientes ao oferecer seu serviço pela metade do preço dos concorrentes. Ela conseguiu 347 mil assinantes líquidos no terceiro trimestre de seu serviço pós-pago, o mais lucrativo. A Sprint tem tomado também medidas para cortar custos. Ainda assim, enfrenta a percepção de que sua rede de telecomunicações é mais fraca que as concorrentes, mesmo que tenha realizado melhorias. Fonte: Dow Jones Newswires.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança