Negócios

Entenda a metodologia das marcas mais valiosas do Brasil

A performance financeira combina com uma avaliação da imagem em públicos estratégicos são os principais critérios

A Kantar Vermeer publica, desde 2006, em parceria com a revista DINHEIRO e o grupo britânico WPP, os rankings das marcas mais fortes e das mais valiosas do Brasil. O ranking das marcas mais valiosas considera duas dimensões:

1 – Performance Financeira: valor de mercado das empresas na Bolsa de Valores.

2 – Performance em imagem: entendimento da imagem da marca junto à consumidores e investidores. O Valor de cada marca é a combinação da performance financeira e em públicos estratégicos.

Para “as mais valiosas” somente participam marcas brasileiras e pertencentes à empresas de capital aberto. Para “as mais fortes”, todas as marcas das categorias cobertas pela pesquisa participam.

As fontes primárias de dados para os estudos são o BrandZ – pesquisa de mercado conduzida pela Millward Brown e dados financeiros da Bloomberg.

Em 2016, o estudo das marcas mais fortes englobou 32 categorias, 480 marcas e 14 mil entrevistas com consumidores. Destas, foram selecionadas 20 marcas para o ranking.

—–

Confira as demais matérias do especial “As Marcas mais Valiosas do Brasil especial 10 anos”

O pódio do Bradesco
As 10 marcas brasileiras mais valiosas da década
As 10 marcas mais fortes no Brasil
A festa da Skol
As 50 marcas mais valiosas do Brasil em 2016
A onipresença do Google
As 20 marcas mais fortes do Brasil em 2016

Saiba como foi o evento “As Marcas Mais Valiosas do Brasil”:

Marca “Brasil” é a 20ª mais valiosa do mundo, segundo a The Store WPP
Marcas mais fortes geram maior valor aos acionistas, diz especialista
Coca-Cola é eleita a marca mais forte do Brasil nos últimos dez anos
Google é a marca mais forte do Brasil em 2016
Bradesco é a marca mais valiosa nos últimos dez anos
Skol é a marca mais valiosa de 2016