Negócios

A nova casa da Hamilton Beach

A tradicional marca americana de eletrodomésticos demorou mais de um século para chegar ao País. A ordem, agora, é queimar etapas e fincar um pé no mercado brasileiro

Possivelmente, muitos consumidores brasileiros nunca tenham ouvido falar sobre a centenária empresa americana Hamilton Beach, mas o mundo dos eletrodomésticos portáteis seria bastante diferente sem ela. A companhia, fundada em 1910, em Richmond, no Estado da Virginia, pelo publicitário Louis Hamilton e pelo operário com talento para a invenção Chester Beach criou alguns produtos usados por centenas de milhões de pessoas pelo mundo. Foi responsável, por exemplo, pela invenção do aspirador de pó portátil e do pequeno motor elétrico de alta velocidade usado em liquidificadores, misturadores de bebidas e máquinas de costuras. 

 

109.jpg

A todo vapor: o executivo Eduardo Meirelles comanda as operações da companhia

no Brasil, com a missão de recuperar o tempo perdido

 

Com esse histórico e um faturamento anual de US$ 520 milhões, não é de se estranhar que a Hamilton Beach esteja entre as três primeiras fabricantes em 23 das 40 categorias de eletroportáteis dos EUA. Mas essa versatilidade e criatividade não se traduzem em vendas globais. Voltada excessivamente para o mercado interno dos Estados Unidos, a Hamilton Beach está chegando apenas agora ao Brasil, que abrigará seu terceiro escritório internacional, depois do Canadá e do México. Desde o dia 25 de dezembro, os seus produtos podem ser comprados no site Submarino, da B2W. “Mas agora é que começamos para valer”, diz Eduardo Meirelles, comandante das operações da Hamilton Beach no Brasil, que já passou por concorrentes como Whirlpool, M.Cassab e Latina Eletrodomésticos. 

 

Nesta semana, a Nova Pontocom, varejista de comércio eletroeletrônico do grupo Pão de Açúcar, que reúne as bandeiras Casas Bahia, Extra e Ponto Frio, iniciará as vendas da marca. O site Walmart.com também começa a expor os artigos da Hamilton Beach nos próximos dias. Também está em negociação a chegada às lojas físicas. Em um primeiro momento, a Hamilton Beach importará de suas fábricas na China um portfólio de 14 produtos das linhas de cafeteiras, ferros de passar, liquidificadores, processadores de alimentos, grill e fornos pequenos. A faixa de preço será a de produtos de médio custo, entre R$ 129 e R$ 399. “Antes de começarmos a operar, fizemos uma pesquisa com os consumidores para identificar as necessidades não atendidas”, afirma Meirelles. “O brasileiro está saindo do trivial. 

 

Produtos que eram dispensáveis começaram a ser mais consumidos.” As cafeteiras, liquidificadores e ferros de passar roupa são velhos conhecidos dos lares brasileiros. A surpresa agora é que máquinas para preparar arroz, processadores de alimentos e forninhos elétricos estão ficando mais comuns e puxam o segmento que a Hamilton Beach pretende explorar. Segundo a empresa de pesquisas Euromonitor, o mercado de eletrodomésticos portáteis de cozinha ficou 80% maior nos últimos cinco anos, atingindo vendas de US$ 576,1 milhões, em 2013. A expectativa da Hamilton Beach é a de que essa expansão continue pelos próximos anos. Afinal, a empresa não esperou mais de 100 anos para aportar aqui para perder o melhor da festa.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?