Negócios

Empresa desenvolve plataforma de criação de logos para PME’s

O crescimento das pequenas e médias empresas no Brasil fez gerar um novo nicho de negócio, o de serviços para PMEs. A We Do Logos, do carioca Gustavo Mota, aproveitou essa oportunidade. A agência de criação de logos, embalagens e identidade visual é inteiramente focada nesse público. ?Criamos um modelo de negócio que atendesse à necessidade dos pequenos e médios oferecendo um serviço com baixo custo?, disse Mota. Dona de um faturamento de R$ 2,1 milhões, nesse mês a empresa vai lançar outra divisão da We Do Logos, a We Do Websites, que vai atender demanda de criação de sites. 

 

 wedologos.jpg

A plataforma permite a interação entre clientes e designers

 

A agência de criação funciona totalmente online. O cliente entra no site, se cadastra, escolhe o produto (pode ser um logo para a marca, cartão de visita, uma embalagem), e decide quanto ele quer pagar a partir de um mínimo de R$ 235,00. No cadastro ele descreve como é a empresa, qual é o nome, e o que ele quer. Na plataforma, 35 mil designers que criam os logos participam de uma concorrência criativa. Entre 12 e 15 dias, os designers apresentam suas propostas. Quanto maior é o valor pago pelo cliente, mais designers vão se interessar pelo trabalho e sugerir opções. ?O cliente faz uma criação conjunta com designer, durante todo o processo, eles conversam até chegar ao produto final?, diz Mota. ?O site funciona como uma concorrência criativa: vence quem tiver a melhor proposta e o melhor preço.?

 

A We Do Logos ganha dinheiro na intermediação. Do valor que é pago pelo clinte, 70% vai para o designer e 30% para a empresa. Em seu terceiro ano de operação, a companhia espera uma receita de R$ 4 milhões. Somando todos os projetos realizados, já foram pagos aos designers que fazem parte da plataforma mais de R$ 3 milhões. O We Do Logos já realizou projetos de identidade visual para clientes de vários países: Portugal, Angola, Japão e Estados Unidos.

 

gustavo_mota.jpg

Empreendedor Gustavo Mota, da We Do Logos


Outros serviços

 

A We Do Logos oferece também outros serviços como o registro de marca no INPI, a impressão de cartão de visita e a programação de sites. Neste mês, a empresa lança no mercado a We Do Website, para atender à crescente demanda de criação de sites. ?Os e-commerces estão explodindo e aumentou muito a busca por esse tipo de serviço?, diz. Para esta plataforma, a empresa investiu R$ 140 mil.

 

Como tudo começou

 

A história de empreendedorismo de Gustavo surgiu quando ele tinha 17 anos. À época, ainda na faculdade de designer, largou o emprego em um portal de internet e criou uma agência digital. Mota já foi dono de uma gráfica online e de um sistema de e-mail marketing. Apenas quando fez uma pós-graduação em marketing que ele teve a ideia de trabalhar com pequenas e médias empresas e encontrou o modelo de negócios do We Do Logos. Mas a empresa não é a única a pensar em serviços para PME’s. Confira abaixo outras que também apostam nesse nicho:

 

Jovens criam gráfica online para PMEs e faturam mais de R$1 milhão

Serviços de comércio eletrônico para PME’s viram nicho para grandes empresas

 

> Siga a DINHEIRO no Twitter 

> Curta a DINHEIRO no Facebook

 

 

 

Veja também

+ Eclipse solar total: saiba onde e quando poderá ser visto o fenômeno
+ Passo a passo: saiba como cadastrar e usar a CNH digital
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?