Negócios

IBM UM REBELDE NO COMANDO

Experimente mostrar um desses modernos manuais de administração para Samuel Palmisano, o novo presidente da IBM. Certamente, a reação dele diante das fórmulas de sucesso ali indicadas vai ser uma sonora gargalhada. Reuniões longas e metas semestrais, por exemplo, nada disto faz parte de seu estilo muito peculiar de ver o mundo dos negócios. Palmisano não acredita em previsões para além de uma semana. Obcecado por resultados, ele é capaz de transformar em um inferno a vida de seus colaboradores. O respeito à hierarquia também nunca foi o seu forte. Em 1993, o executivo questionou a visão da cúpula da companhia, segundo a qual a recém-criada área de serviços da IBM poderia se manter deficitária por vários anos. Palmisano, a quem os colegas chamam de Sam, mostrou que a tese era furada. Fez o negócio dar lucro de imediato e transformou-o no carro-chefe da Big Blue. Em 2001, essa divisão ? que atua na consultoria de projetos e também administra operações de tecnologia dos clientes ? colaborou com 40% do faturamento de US$ 85,9 bilhões. O lucro ficou em US$ 7,7 bilhões. O segredo do sucesso de Palmisano ? que no dia 1º de março alcança a posição de oitavo CEO nos 91 anos de história da Big Blue, sucedendo Louis Gerstner ? está na obstinação como ele resolve todas as tarefas. ?Espero que ele jogue fora tudo que defendi até hoje e parta para uma nova estratégia?, disse Gerstner, com fina ironia, durante recente entrevista.

Em Wall Street, o executivo desperta sentimentos contraditórios. Seus críticos o acusam de possuir limitada capacidade para desenhar estratégias de longo prazo. Por outro lado, os adeptos do estilo do novo chefão da IBM citam as vitórias obtidas em seus 28 anos de carreira como seu maior trunfo. Isso, no entanto, não indica que a daqui para a frente a jornada será tranqüila. A Big Blue enfrenta problemas nos segmentos de PCs, impressoras e disk drives que, juntos, deram prejuízo de US$ 527 milhões em 2001. Palmisano não aceita ver o balanço de qualquer divisão tingido de vermelho. Ele já determinou que os subordinados resolvam a questão no curtíssimo prazo. Mas poucos acreditam que seja possível dar conta desse recado em apenas uma semana!

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?