Negócios

Professor Camargo

No início de março deste ano, o executivo Raphael Nogueira de Freitas, presidente do Conselho de Administração da Camargo Corrêa, recebeu aquela que ele considera a mais importante missão em sua trajetória de 37 anos no grupo. O projeto não envolve somas vultosas de dinheiro, decisões sobre a participação em algum grande negócio, nem mesmo a compra ou venda de empresas. Freitas, na realidade, foi incumbido da formação profissional de 11 jovens entre 16 e 25 anos. Não seria um projeto de tanta responsabilidade se essas 11 pessoas não fossem, todas elas, netas do lendário Sebastião Camargo e, por tabela, herdeiros de um grupo de 21 empresas. Juntas, elas faturam quase R$ 4 bilhões por ano, empregam mais de 16 mil funcionários e somam um patrimônio de R$ 3,6 bilhões.

Os dois primeiros herdeiros já estão iniciando a preparação. Um deles é Marcelo Pires, filho de Regina, uma das três filhas de Sebastião Camargo e casada com Carlos Pires. Aos 24 anos, Marcelo terminou recentemente seus estudos em Londres e logo começa a trabalhar no grupo fundado pelo avô. Conforme manda o programa de treinamento, passará por diversas áreas para conhecer com mais profundidade ?as engrenagens dos negócios?, como diz Freitas. Como os demais integrantes dessa terceira geração, Marcelo terá ainda de enfrentar um MBA para reforçar sua formação acadêmica.

Cláudio Palaia é outro que, em breve, cruzará a porta de entrada do edifício-sede da Camargo Corrêa, situado às margens do Rio Pinheiros, em São Paulo. Há duas semanas, Cláudio casou com a filha de Renata e de Luiz Ortiz Nascimento. Não é, portanto, neto de Camargo, mas o casório lhe garantiu uma oportunidade profissional de primeira. Um casamentão, enfim…