Tecnologia

Rival do WhatsApp oferece ligação gratuita para telefone fixo no Brasil

O app Viber reage a compra do WhatsApp pelo Facebook. Segundo seu diretor Luiz Felipe Barro, 'eles vão oferecer tecnologia que temos há três anos' 

Rival do WhatsApp oferece ligação gratuita para telefone fixo no Brasil

 Na reação mais agressiva de um concorrente do WhatsApp após a compra da empresa pelo Facebook, o Viber liberou as ligações para telefone fixo de todo o Brasil nesta terça-feira, 25. A promoção tem prazo de duas semanas, mas poderá ser renovada se a meta de aumento de 25% no volume de mensagens for atingida no período, segundo Luiz Felipe Barros, diretor do Viber no Brasil. Ligações entre usuários do aplicativo permanecem sem custos.

Segundo Barros, o plano era fazer essa ação promocional em meados de março. Porém, o crescimento do número de downloads do Viber no País antecipou a medida. “Crescemos 1000% no número de downloads de uma semana para a outra”, afirma. Em uma semana, a base de usuários brasileiros saltou em cerca de 1 milhão de novos usuários – no total, há pouco menos de 12 milhões, de acordo com Barros.

O Brasil é a única região a receber essa oferta. Uma realização similar foi feita para as Filipinas em caráter humanitário no final do ano passado – o país foi atingido por um tufão que deixou milhares de mortos.

Em parte, a manobra foi possibilitada por causa da compra do Viber pela gigante do e-commerce Rakuten por US$ 900 milhões alguns dias antes da compra do WhatsApp pelo Facebook – valor muito inferior aos US$ 19 bilhões gastos pelo Facebook na aquisição do WhatsApp.

Saudações

Em entrevista à DINHEIRO, Barros aproveitou para ironizar o anúncio de Jam Koun, fundador do WhatsApp, de que o app vai oferecer serviços de voz. “Eles vão oferecer tecnologia que temos há três anos, saudamos a chegada do concorrente”.

O Viber também credita o crescimento exponencial dos downloads em razão da desconfiança dos usuários em relação ao Facebook. “Quem garante que eles não vão usar os dados das mensagens para incrementar a plataforma de publicidade deles?”.

O Facebook, no entanto, nega essa hipótese e afirma que as operações serão mantidas independentes.

Outra crítica do Viber ao Facebook é com relação a sobreposição de aplicativos. O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, explicou que o Messenger, aplicativo de mensagens do Facebook, deve ser usado em mensagens para um usuário, enquanto que o WhatsApp deve ser reservado para comunicações imediatas e em grupo. “É muito confuso, eu até agora não consegui entender”, disse Barros.

Stickers

A assessoria de imprensa do Facebook no Brasil também destacou que o Messenger tem stickers (figuras maiores que as típicas carinhas), enquanto que o WhatsApp conta apenas com smiles. O Viber acaba de lançar um pacote de stickers gratuitos para o carnaval desenvolvidos no Brasil.

Essa briga ainda vai dar pano para a manga…

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?