Finanças

Queda de avião mata executivos do Bradesco

Um jato executivo Cessna, modelo Citation VII, prefixo PT-WQH com quatro pessoas, duas delas do Bradesco e dois tripulantes, caiu agora à noite por volta das 19 horas em em uma fazenda do distrito de Santo Antônio do Rio Verde, município de Catalão, no sudeste de Goiás. Não haveria sobreviventes.

Entre os mortos, estariam Marco Antônio Rossi, presidente do Bradesco Seguros, a maior seguradora do Pais e cotado para suceder a Luiz Carlos Trabuco, a partir de 2017, na presidência do Bradesco. O executivo Lúcio Flávio Conduru de Oliveira, do Bradesco Vida, também estaria no jato

O jato decolou em Brasília e seguia para São Paulo. A queda de um avião de pequeno porte, sem mais detalhes, foi confirmada pela Força Área Brasileira (FAB).

Nota da FAB:
A Força Aérea Brasileira informa que a aeronave modelo Citation VII, de matrícula PT-WQH decolou às 18h39 do aeroporto de Brasília com destino a São Paulo e desapareceu dos radares do controle de tráfego às 19h04.

A aeronave caiu em uma região próxima do município de Catalão, estado de Goiás, com quatro ocupantes a bordo. Não há informações de sobreviventes.