Economia

Ianomâmi são contaminados por mercúrio na Amazônia brasileira

Indígenas de 19 comunidades ianomâmi da Amazônia brasileira mostram sinais de contaminação por mercúrio, informou a ONG Survival, em uma região onde a mineração ilegal faz estragos nos recursos naturais.

“Noventa por cento dos moradores originários destas comunidades estão seriamente afetados pela presença do metal em seu organismo”, explica a Survival em uma publicação em sua página na internet, citando um estudo realizado pela Fiocruz, a Associação Ianomami Hutukara, o Instituto Socioambiental e a Associação Yekuana, todas vinculadas à saúde e à defesa do meio ambiente.

“Garimpeiros ilegais que operam em território ianomami estão contaminando os rios dos indígenas com o mercúrio usado durante o processo de extração. O mercúrio entra na cadeia alimentar através das águas do rio que os ianomâmis bebem e dos peixes que constituem parte fundamental de sua dieta”, acrescentou a Survival.

Segundo a ONG, estas evidências foram apresentadas pelo xamã Davi Kopenawa à relatora especial de direitos humanos dos povos indígenas da ONU, Victoria Tauli-Corpuz.

Os ianomâmi – uma etnia relativamente isolada – constituem uma população total de 30.000 pessoas, que habitam nas regiões brasileiras da Amazônia e de Roraima (norte) e no sul da Venezuela.

A mineração ilegal castiga vários territórios amazônicos sul-americanos, uma atividade que caminha de mãos dadas com o desmatamento. No Peru, o ministério da Cultura denunciou no começo de março que uma comunidade da etnia nahua também sofria de contaminação por mercúrio.

A presença de mercúrio no sangue pode afetar órgãos vitais como pulmões e rins. Segundo a Organização Mundial da Saúde, é um dos dez elementos especialmente problemáticos para a saúde.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?