Economia

Maioria dos iranianos apoia acordo nuclear, mas expectativa é alta

A maioria dos iranianos apoia o histórico acordo sobre o programa nuclear concluído entre Teerã e as grandes potências, em parte por acreditar que as sanções econômicas serão imediatamente suspensas – revelou uma pesquisa publicada nesta quarta-feira.

Segundo a enquete feita pelo instituto canadense IranPoll.com, a pedido da Universidade americana de Maryland, 76% dos iranianos entrevistados são favoráveis ao compromisso firmado em 14 de julho passado entre a República Islâmica e o P5+1, grupo formado pelos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (Estados Unidos, Rússia, China, Grã-Bretanha) e pela Alemanha.

De acordo com os organizadores da pesquisa, os iranianos consultados acreditam em que o acerto de Viena permitirá pôr fim às medidas punitivas que asfixiam a economia dessa potência regional de 80 milhões de habitantes.

Um total de 56% entrevistados sequer sabe que o governo aceitou limitar suas pesquisas em matéria nuclear, e 77% acreditam em que a suspensão das sanções acontecerá antes mesmo de qualquer verificação e controle prévio das atividades nucleares do país por parte da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA).

Para o pesquisador associado à Universidade de Maryland Ebrahim Mohseni, os iranianos esperam demais do acordo, o que levará, inevitavelmente, à decepção.

Nesta enquete, 1.000 iranianos foram entrevistados por telefone de 8 a 18 de agosto pelo IranPoll.com.