Economia

China considera “precária” situação na península coreana

A China qualificou neste sábado de “extremamente precária” a situação na península coreana e pediu mais conversações para reduzir a tensão, informa a agência oficial Xinhua, no momento em que Seul prepara novos exercícios militares.

O vice-ministro das Relações Exteriores, Zhang Zhijun, disse que o país está “profundamente preocupado” com a situação na península coreana, que qualificou de “extremamente precária”.

Algumas horas antes, o ministérios sul-coreano da Defesa confirmou que o país executará manobras militares no Mar Amarelo, em uma ilha bombardeada em novembro pela Coreia do Norte, apesar das ameaças de Pyongyang.

“Não há mudanças no desenvolvimento das manobras”, declarou uma fonte ministerial.

Tiros de artilharia norte-coreanos, após exercícios de artilharia sul-coreanos em 23 de novembro, deixaram quatro mortos e 18 feridos na ilha de Yeonpyeong e provocaram muitos protestos ao redor do mundo.

A Coreia do Norte ameaçou na sexta-feira responder se a Coreia do Sul executasse os exercícios de artilharia com munição real.

sst/fp

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?