Economia

Superávit em conta da China dobra no 3º trimestre

O superávit em conta corrente da China mais do que dobrou no terceiro trimestre deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado, para US$ 102,3 bilhões, segundo informou hoje a Administração Estatal do Câmbio Externo (Safe, na sigla em inglês). O aumento de 103% no superávit indica que o governo chinês ainda enfrenta desafios para reduzir a dependência que a economia tem da demanda externa.

No segundo trimestre deste ano, o superávit foi de US$ 72,9 bilhões, um aumento de 35% em relação ao mesmo período do ano passado. Nos três primeiros meses do ano, o superávit caiu 32%, também na comparação anual. O superávit no terceiro trimestre foi equivalente a 7,2% do Produto Interno Bruto (PIB) chinês, de acordo com um cálculo feito pela Dow Jones, em comparação com 5,5% do PIB no segundo trimestre e 4,5% no primeiro trimestre.

O superávit na conta de capital e financeira – uma medida dos fluxos líquidos de entrada de capital no país – diminuiu para US$ 5,7 bilhões no terceiro trimestre, segundo a Safe, de US$ 25,8 bilhões no segundo trimestre.

Reservas

A Safe informou ainda que as reservas em câmbio externo da China cresceram US$ 107,3 bilhões no terceiro trimestre, excluindo o efeito dos movimentos da taxa de câmbio e dos preços dos ativos. As reservas internacionais totais do país, que incluem as reservas mantidas em instituições financeiras internacionais, subiram US$ 108 bilhões no terceiro trimestre.

Incluindo o efeito cambial e dos preços dos ativos, as reservas em câmbio externo da China aumentaram US$ 194 bilhões no terceiro trimestre, para US$ 2,648 trilhões, como informou o Banco do Povo da China (PBOC, o banco central do país) em outubro. As informações são da Dow Jones.

Copyright © 2010 Agência Estado. Todos os direitos reservados.