Economia

Se preciso, Fed fará mais estímulo não convencional

O presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Ben Bernanke, disse estar pronto para fazer o que for necessário para dar sustentação à recuperação econômica dos EUA, que perde fôlego, mas evitou afirmar se o Fed irá agir.

Em discurso preparado para o encontro anual de dois dias dos representantes dos maiores bancos centrais do mundo, em Jackson Hole, Bernanke afirmou que a economia dos EUA deve continuar crescendo em 2011 e nos anos seguintes, sinalizando que uma nova ação do Fed pode não ser necessária.

Ainda assim, o presidente do Fed destacou que o banco central norte-americano está pronto para agir se necessário para impulsionar a economia e evitar a deflação – que ele acredita não representar um grande risco nesse momento.

“Em particular, o Comitê (de mercado aberto do Fed) está preparado para oferecer acomodação monetária adicional, por meio de medidas não convencionais, se ficar evidente que é necessário, especialmente havendo deterioração significante das perspectivas (econômicas)”, disse Bernanke. As informações são da Dow Jones.

Copyright © 2010 Agência Estado. Todos os direitos reservados.

Veja também

+ Quarta parcela do auxílio sai hoje (14) para os nascidos em agosto

+ Cunhado de Maradona morre de Covid-19 na Argentina

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?