Economia

Se preciso, Fed fará mais estímulo não convencional

O presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Ben Bernanke, disse estar pronto para fazer o que for necessário para dar sustentação à recuperação econômica dos EUA, que perde fôlego, mas evitou afirmar se o Fed irá agir.

Em discurso preparado para o encontro anual de dois dias dos representantes dos maiores bancos centrais do mundo, em Jackson Hole, Bernanke afirmou que a economia dos EUA deve continuar crescendo em 2011 e nos anos seguintes, sinalizando que uma nova ação do Fed pode não ser necessária.

Ainda assim, o presidente do Fed destacou que o banco central norte-americano está pronto para agir se necessário para impulsionar a economia e evitar a deflação – que ele acredita não representar um grande risco nesse momento.

“Em particular, o Comitê (de mercado aberto do Fed) está preparado para oferecer acomodação monetária adicional, por meio de medidas não convencionais, se ficar evidente que é necessário, especialmente havendo deterioração significante das perspectivas (econômicas)”, disse Bernanke. As informações são da Dow Jones.

Copyright © 2010 Agência Estado. Todos os direitos reservados.