Dinheiro em Ação

Lição de casa da Vale

Lição de casa da Vale

Murilo Ferreira, da Vale: maior desafio desde que assumiu mineradora em 2011

Licenciado da presidência do conselho da Petrobras, Murilo Ferreira não se descuida da lição de casa na Vale. A mineradora anunciou, na quarta-feira 23, a meta de reduzir o custo de produção do minério de ferro dos atuais US$ 16 por tonelada para US$ 13, até 2018. Segundo o analista Felipe Miranda, da Empiricus, a consecução dessa meta garantiria à Vale o menor custo de produção de minério de ferro do mundo. O analista afirma que a obtenção desse recorde é crível, especialmente com a entrada em operação do projeto Carajás SD11. Não por acaso, as ações da mineradora vêm apresentando um desempenho oposto ao da média do mercado, nas últimas semanas. No mês, até a quarta-feira 23, a alta acumulada é de 10,9%.

Palavra do analista:
Miranda recomenda manter as ações da Vale no curto e no médio prazos devido ao cenário desafiador e às incertezas em relação à economia chinesa. Uma desaceleração mais acentuada na China pode derrubar ainda mais a cotação do minério de ferro.

Touro x Urso

A indefinição do Congresso em relação à aprovação da CPMF e à manutenção dos vetos presidenciais à elevação dos salários dos servidores do Judiciário provocou um princípio de pânico no mercado na quarta-feira 23. A possibilidade da perda do grau de investimento por mais uma agência de classificação de risco devido à deterioração da situação fiscal não apenas levou o Índice Bovespa a recuar, em dólares, ao menor nível desde 1997, como também fez explodir o mercado de juros e obrigou o Banco Central a intervir diretamente no câmbio.

Quem veio lá

Valid inaugura ofertas restritas

A empresa de serviços financeiros Valid conseguiu driblar a baixa das ações e captou R$ 396 milhões por meio da primeira oferta restrita de ações. Simplificadas, essas ofertas, que dispensam a distribuição de prospectos e são mais rápidas, destinam-se apenas a investidores qualificados e podem ser oferecidas no máximo a 70 participantes. No ano, as ações sobem 11,6%.

Telecomunicações

Telefônica muda tudo

A Telefônica aprovou, na terça-feira 22, uma reestruturação societária. A empresa presidida por Amos Genish vai unificar os serviços de telecomunicação na Telefônica, deixando os demais com a Pop Internet, adquirida junto com a GVT. No ano, as ações da Telefônica recuam 12,9%.

Destaque no pregão

A volatilidade da Oi

A demora no processo de reestruturação e a ausência de investidores de longo prazo têm contribuído para elevar a volatilidade das ações da Oi. Depois de amargarem uma baixa de 8,5% até o dia 9 de setembro, as ações se recuperaram. No pico do mês, no dia 18, os papéis exibiam uma valorização de 43% frente ao último pregão de agosto, para ceder parte desses ganhos nos pregões seguintes. A empresa vem melhorando o perfil de seu endividamento, e, com a venda de ativos e corte de custos, quitou R$ 6 bilhões em dívidas desde o início do ano. No entanto, ainda há dívidas a acertar. O valor de mercado da Oi era de R$ 2,2 bilhões, na quarta-feira 23, para dívidas estimadas em R$ 45 bilhões.

Bancos

O Itaú no Chile

Após ter obtido aprovação das autoridades financeiras chilenas para sua integração com a CorpBanca, adquirida no ano passado, o Itaú Unibanco anunciou os planos de integração das duas instituições. Até o fim do ano que vem, os dois bancos manterão plataformas tecnológicas independentes, e a integração das duas operações só deverá acabar em 2017. Com a junção, o Itaú será o quarto maior banco do mercado chileno, país considerado estratégico pelo presidente executivo Roberto Setubal, por ser maior que o mexicano.

Mercado em números

CEMIG
14 - 
É o número de usinas hidrelétricas que serão disputadas pela empresa energética mineira. A licitação está prevista para o dia 30 de outubro

ENERGISA
R$ 2,5 bilhões –
 É o total que a empresa de energia pretende captar com a emissão de debêntures e obtenção de empréstimos

LOCAMÉRICA
R$ 3,27 milhões - 
É o valor aprovado pelo Conselho de Administração para ser pago na forma de juros sobre o capital próprio aos acionistas da empresa de locação de automóveis

LOJAS RENNER
639,37 milhões –
 É o novo número de ações da empresa varejista, que aprovou um desdobramento das ações na proporção de uma para cinco

SANTANDER
4,6 milhões - 
É o número de clientes que o banco espera ter no Brasil em 2018, um aumento de 53% em relação aos 3 milhões registrados em junho de 2015