TV DINHEIRO

“Nos últimos cinco anos passamos pela pior crise que o Brasil poderia ter vivido”, diz presidente do Bradesco

No programa MOEDA FORTE desta semana, Carlos Sambrana, diretor de redação da ISTOÉ DINHEIRO, recebe Octavio de Lazari Junior, presidente do Bradesco. O executivo tem a missão de preservar a tradição, liderar em um mercado que atravessa profundas mudanças e fazer com que um dos maiores bancos do País seja também percebido como uma instituição financeira digital.

A tarefa de Lazari Junior não será simples, mas ele tem a seu favor mais de 40 anos de experiência no mercado financeiro e a força de um banco que conta com R$ 1,3 trilhão em ativos e R$ 2 trilhões sob administração. Nesta entrevista, ele conta para onde vai o banco que possui quase 28 milhões de correntistas e mais de 4,7 mil agências espalhadas pelo Brasil.

Neste primeiro bloco, ele explica que os bons resultados do banco só foram possíveis por que ocorreu um ajuste muito profundo com redução de despesas, o crédito melhorou e a inadimplência diminuiu. “Todas as áreas do banco fizeram a lição de casa”, diz. O executivo também destaca que houve uma redução muito grande de investimentos no País, porém, alguns setores, como o imobiliário, já começam a dar sinais de recuperação. “Nos últimos três meses batemos recordes consecutivos de desembolso de crédito imobiliário”, afirma.