Economia

No pior agosto em 16 anos, vendas de veículos caem 5,8%, revela Fenabrave

Crédito: Renato Araújo/Arquivo Agência Brasil

Venda de veículos: segundo a Fenabrave, montadoras estão sofrendo com a falta de componentes e os carros demoram mais para sair da fábrica (Crédito: Renato Araújo/Arquivo Agência Brasil)

As vendas de veículos novos caíram 5,8% no mês passado contra agosto de 2020, chegando ao menor volume para o mês em 16 anos como reflexo da falta de carros nas concessionárias. No total, 172,8 mil unidades foram vendidas, entre carros de passeio, utilitários leves, como picapes e vans, caminhões e ônibus, segundo balanço divulgado nesta quarta-feira pela Fenabrave, a associação que representa as concessionárias. Na comparação com julho, o recuo foi de 1,5%, completando, assim, o terceiro mês consecutivo de queda nos emplacamentos.



Desde agosto de 2005, quando as vendas somaram 151,6 mil unidades, não se registrava volume tão baixo para o mês.

+ Vendas de motos sobem 7% em agosto ante mesmo mês de 2020, diz Fenabrave

No acumulado desde o início do ano, as vendas chegaram a 1,42 milhão de veículos no mês passado, 21,9% a mais do que no mesmo período de 2020. A base de comparação, contudo, é fraca, já que o comércio de automóveis teve de ser suspenso na chegada da pandemia ao País.

O problema agora é a falta componentes, sobretudo eletrônicos, que paralisa linhas de montagem e provoca, como consequência, falta de carros nas concessionárias.

+ O economista Paulo Gala revela os caminhos para investir bem em 2022



Ao comentar o resultado, o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, disse que o ritmo de vendas está sendo ditado pela capacidade de entrega das montadoras. “Parte dos veículos registrados em agosto são vendas realizadas em julho. Este prazo de entrega se tornou mais longo por conta das dificuldades da indústria”, comentou.

Líder do mercado, a Fiat teve 23,1% das vendas acumuladas desde janeiro em automóveis e comerciais leves. Na sequência, aparecem Volkswagen, com 15,5% do mercado, General Motors (10,8%) e Hyundai (9,4%).


Saiba mais
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto