Negócios

Netflix mira na China. Ou quase isso

Sem planos de entrar no gigante asiático, streaming foca na aquisição e produção original de séries e filmes em mandarim para atrair um público de fora do gigante asiático

Netflix mira na China. Ou quase isso

Apesar de representar um papel fundamental nos negócios mundiais, a Netflix nunca esteve na China (Ethan Miller/Getty Images)

A Netflix mira na China, mas não pretende lançar o serviço de streaming na segunda maior economia do globo. Segundo a CNBC, a companhia está investindo na aquisição e produção original de séries e filmes falados em mandarim para atrair um público de fora do gigante asiático.

Apesar de representar um papel fundamental nos negócios mundiais, a Netflix nunca esteve na China. Em janeiro de 2016, a empresa anunciou a expansão para 130 países, mas o mercado chinês não estava na lista. No entanto, a norte-americana firmou parceiras com empresas locais. Primeiro com a iQiyi – a maior rede de streaming do país -, mas o acordo já foi encerrado, e agora com a Youku, controlada pelo site de compras Alibaba.

No ano passado, a Netflix anunciou o elenco de uma produção própria em mandarim chamada “Nowhere Man”. Em janeiro, começou a produção de mais dois originais, chamados “Triad Princess” e “The Ghost Bride”. As filmagens devem rodar em Taiwan e na Malásia.

Sem avisos prévios, a companhia de streaming disponibilizou no início desta semana o filme Terra à Deriva, considerado o primeiro grande épico espacial do cinema chinês e terceiro filme que mais arrecadou nas bilheterias em 2019.

A Netflix nunca deixou claro o motivo de não entrar no mercado chinês, mas o notório controle das autoridades sobre conteúdos online e as ações de censura indicam algumas razões. O presidente-executivo, Reed Hastings, chegou a falar que a empresa precisaria da permissão do governo para atuar no país.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel