Negócios

Neoenergia inicia operação comercial do Complexo Eólico Chafariz

Neoenergia inicia operação comercial do Complexo Eólico Chafariz

Sede da Neoenergia, no Rio de Janeiro (RJ)

SÃO PAULO (Reuters) – A elétrica Neoenergia iniciou nesta quinta-feira a operação comercial do Complexo Eólico Chafariz, no Sertão da Paraíba, com 17 meses de antecedência em relação ao início da vigência do contrato no Mercado Regulado, informou a companhia em nota.

Segundo a empresa, os dez primeiros aerogeradores do empreendimento começaram a funcionar com plena execução e possuem capacidade de instalação correspondente à 34,65 megawatts (MW). Os demais aerogeradores seguem em fase de teste em andamento.

A capacidade total do complexo será de 471,25 MW, 61% da energia será direcionada ao Mercado Regulado (ACR) e 39% para o Ambiente de Contratação Livre (ACL).

“A implantação completa está prevista para ser finalizada até o fim deste ano, com significativa antecipação em relação ao plano de negócios e reforçando o posicionamento da Neoenergia em executar seu plano estratégico”, informou a elétrica.



O Complexo Eólico Chafariz terá 15 parques, sendo um dos maiores projetos de geração eólica da Neoenergia no país e da Iberdrola na América Latina. Serão instaladas 136 turbinas com capacidade unitária de 3,465MW, que atualmente estão em fase de testes.

(Por Lais Morais)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6S1JQ-BASEIMAGE

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago