Giro

Nego do Borel pode pagar processo de R$ 300 mil; entenda

Crédito: Reprodução / Instagram

No final de 2019, ele assumiu o compromisso de cantar em uma festa de 15 anos no Hotel Copacabana Palace (Crédito: Reprodução / Instagram)

Por uma quebra de contrato, o cantor Nego do Borel, que está no centro de diversas polêmicas nos últimos meses, pode pagar um processo de mais de R$ 300 mil. No final de 2019, ele assumiu o compromisso de cantar em uma festa de 15 anos no Hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, mas, sem motivo aparente, o cantor faltou ao evento.



+ Nego do Borel perde patrocínio após denúncias de Duda Reis

De acordo com o The Music Journal Brazil, até hoje ele não devolveu o dinheiro do cachê. A festa da debutante custou R$ 500 mil à família que hoje processa o artista. O juiz Flávio Citro Vieira de Mello, da 15ª Vara Cível do Rio, determinou que o cantor seja intimidado e apresente a sua defesa.

A assessoria do cantor informou ao TMJ que não comentará sobre o suposto calote. No início de outubro, o funkeiro foi dado como desaparecido pela própria família após ser expulso de A Fazenda 13 e investigado pela Polícia Civil de São Paulo por estupro de vulnerável. Ele foi encontrado.




Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?