Dinheiro em Ação

Natura: mercado se agita com rumor de compra da Avon

Natura: mercado se agita com rumor de compra da Avon

Papéis avulsos

O mercado se agitou na terça-feira 18 com rumores de compra da Avon pela Natura. A especulação provocou fortes oscilações nos preços das ações da empresa americana, apesar de a companhia presidida por João Paulo Ferreira ter desmentido as negociações. Mesmo assim, as cotações da Avon subiram 10,5%, chegando a US$ 2,20. O que gerou a movimentação foi uma reportagem publicada na versão online do The Wall Street Journal. Com a alta, o valor de mercado da Avon chegou a US$ 1,01 bilhão. Parece muito, mas a empresa já chegou a valer US$ 20 bilhões antes de mudar sua estratégia de vendas do tradicional modelo porta a porta para soluções digitais. No segundo trimestre, a Avon perdeu US$ 37 milhões. Já a Natura, que consolidou a compra da empresa britânica The Body Shop em 2017, lucrou R$ 31,8 milhões nesse período.

 

Varejo

Alpargatas vende fatia da Topper

A empresa produtora de roupas e calçados Alpargatas, presidida por Márcio Utsch vendeu 22,5% da sua operação da Topper na Argentina ao grupo Sforza, family office do empresário Carlos Wizard Martins, em 14 de setembro, por R$ 100 milhões. Com a aquisição, Martins conclui um negócio iniciado em maio de 2016, quando o empresário comprou as operações das marcas Topper e Rainha no Brasil, por R$ 48,7 milhões. Ele se comprometeu a adquirir pelo menos 20% da Topper na Argentina, onde a marca é uma das líderes de mercado. O pagamento será feito em duas parcelas: R$ 60 milhões agora e R$40 milhões no fechamento da operação. No ano, as ações da Alpargatas caem 32%.

 

Quem vai lá

Tectoy sai da Bolsa

A fabricante de eletroeletrônicos Tectoy anunciou, na semana passada, a intenção de fechar seu capital por meio de uma oferta pública de aquisição de ações (OPA). Os controladores, Eagle Brazil e Steluc Participações, possuem 95,1% do capital total. Sua intenção é adquirir os 4,2% atualmente em circulação no mercado. O valor total da oferta será de R$ 2,4 milhões e o negócio vai levar ao cancelamento do registro de companhia aberta da companhia na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). No ano, as ações da Tectoy recuam 43%.

 

Touro x Urso

As pesquisas eleitorais trouxeram volatilidade para o mercado, mas o Ibovespa se manteve em campo positivo. Até quarta-feira 19, o principal índice da Bolsa subia 3,63% na semana. O mercado demonstrou simpatia à liderança de Jair Bolsonaro (PSL) para a disputa presidencial nos levantamentos de intenção de voto. No ano, o Ibovespa se valoriza 2,31%.

 

Destaque no pregão

Cade aprova aquisição da Somos pela Kroton

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a aquisição da Somos Educação pela Kroton. O negócio, de R$ 4,6 bilhões, foi fechado em abril por meio da subsidiária Saber e criou uma companhia com receita líquida anual de R$ R$ 7,4 bilhões. A aquisição eleva a Kroton, presidida por Rodrigo Galindo, à liderança no setor de educação no Brasil em todas as fases – desde o ensino básico até o superior. As ações da Kroton caem 39,9% no ano e as da Somos avançam 53,5%.

Palavra do analista:
Para Gustavo Pereira, analista da Guide Investimentos, a aprovação é marginalmente positiva. “A Saber foi criada neste ano com intuito de concentrar as atividades do ensino básico por meio das operações do sistema de ensino Pitágoras, do centro educacional Leonardo da Vinci e da compra de controle da Somos Educação”, escreve.

 

Telefonia

Telefônica aposta na música

A Telefônica Vivo fechou, na quarta-feira 19, um acordo com o aplicativo de streaming de música Tidal, do rapper norte-americano Jay-Z, para expandir a sua oferta de conteúdo. É a segunda iniciativa nessa área que a empresa presidida por Eduardo Navarro anuncia em setembro. No começo deste mês, a companhia havia fechado uma parceria com a National Football League (NFL), dos Estados Unidos. As ações caem 15,3% no ano.

 

 

Mercado em números

SUZANO
US$ 1 bilhão – É montante que a empresa de celulose vai captar no mercado internacional emitindo bônus de dez anos

AMBEV
R$ 1,5 bilhão – É o valor de uma autuação fiscal sobre a companhia em julgamento no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf). A decisão deve ser anunciada em outubro

PETROBRAS
R$ 871,5 milhões – É quanto a estatal vai receber do Tesouro referente ao primeiro pagamento do programa de subsídio ao diesel, que soma R$ 2,5 bilhões

OI
R$ 164 milhões – É o prejuízo operacional, medido pela geração negativa de caixa, que a companhia apresentou no mês de julho

USIMINAS
5% – É o percentual médio que a siderúrgica vai elevar no preço de seus produtos. É o quarto aumento anunciado em 2018